Festival Varilux retorna às telas com promessas do cinema francês

Entre as atrações, François Ozon traz o premiado drama Graças a Deus. Evento começa nesta quinta (06/06/2019)

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 06/06/2019 11:23

Em sua 10ª edição no Brasil, o Festival Varilux do Cinema Francês começa nesta quinta (06/06/2019), com atrações muito especiais. O eclético e sempre talentoso François Ozon, com seu novo drama premiado em Berlim, Graças a Deus, aborda casos de abuso na Igreja Católica. Outro olhar para a questão gravíssima do abuso infantil está em Inocência Roubada, de Andréa Bescond e Éric Metayer, sobre uma mulher adulta que identifica nas brincadeiras de criança com um amigo da família a origem de suas fissuras emocionais.

Todo ano, o festival traz ao Brasil filmes que têm distribuição assegurada, e o evento proporciona aos cinéfilos a possibilidade de ver logo esses filmes, sem ter de esperar meses pelo lançamento comercial. O festival resgata um clássico do cinema francês e o da edição de 2019 é Cyrano de Bergerac, que Jean-Paul Rappeneau adaptou da peça de Edmond Rostand, em 1990, com Gerard Depardieu. Entre os novos filmes, está Cyrano Mon Amour, de Alexis Michalik, que reconta a história do narigudo genial de um outro ângulo.

No filme, Rostand, desempregado e com família para sustentar, convence um renomado ator de que tem a peça ideal para ele – só que ainda não a escreveu e está seco de ideias. Talvez essa necessidade urgente de criar e de se reinventar seja o motor que impulsiona todo artista (e impregna o 10º Festival Varilux). Outra atração do evento é Quem Você Pensa Que Sou?, de Safy Nebbou, estrelado por Juliette Binoche. No filme, ela cria uma identidade falsa na internet.

Festival quer chegar à marca de um milhão de espectadores
Em 2010, o 1º Festival Varilux do Cinema Francês no Brasil foi realizado em 11 salas de nove cidades e atingiu a marca de 25 mil espectadores. No ano passado, foram 118 salas de 88 cidades e o público disparou para 172 mil espectadores. Em 2019, quando se celebra a décima edição, a meta, ampliando-se o número de cidades e salas – ainda está sendo fechado – é chegar a 1 milhão de espectadores.

Últimas notícias