*
 

Patrícia conquistou a antipatia do fãs do Big Brother Brasil 18 já nas primeiras semanas do programa. A aliança formada a outros brothers para  combinar votos foi decisiva para desgastar a imagem da cearense. Nesta terça-feira (13/3), mesmo disputando a preferência do público com Diego e Caruso, também integrantes do G7, a sister bateu record de rejeição e foi a sétima jogadora a sair da casa.

A funcionária pública foi indicada a berlinda por Gleici, após retorno de um paredão falso, que se tornou um dos momentos mais marcantes da temporada. Caruso foi votado pelas líderes Jéssica e Paula e Diego recebeu quatro votos da casa, inclusive a do até então aliado, Wagner.

No discurso de eliminação, o apresentador mencionou a paranoia de Patrícia e o medo de ir ao Paredão responsável pelas histórias criadas na cabeça de Patrícia, que a levaram a sair do reality com 94,26% dos votos do público. Ao sair, Patrícia acusou Gleici de destruir seu sonho e se enrolou ao repetir a fala da acreana. “Quem cava o sonho do outro destrói o coração do próximo”, ninguém entendeu.

Apesar de familiares e amigos da cearense culparem a edição do programa pela rejeição do público, a opinião dos espectadores sobre o comportamento da cearense foi mudando a cada fase do jogo. No começo, alguns internautas amenizavam atitudes consideradas negativas da jovem responsabilizando  a influência de Ana Paula — terceira eliminada. Mas assim que a bruxinha saiu da casa, Patrícia não só manteve a mesma postura, como potencializou a rivalidade contra jogadoras com fortes torcidas como Paula e Gleici.

Teve cara de decepção

E dancinha da vitória…