Vídeos. Após chuva forte, sobra lama em ruas de Vicente Pires

Moradores dizem que a situação é mais crítica nas ruas 8, 3 e 4B da região administrativa

Imagens cedidas ao MetrópolesImagens cedidas ao Metrópoles

atualizado 22/10/2019 18:32

As chuvas dessa segunda-feira (21/10/2019), que trouxeram alívio para a seca, vieram acompanhadas de transtornos para os moradores de Vicente Pires. Os locais mais atingidos foram as ruas 8, próximo às chácaras 84, 85, 229 e 230, 4B e 3. “Tem muito carro atolado, pedestre caindo, todo mundo escorregando… tá difícil de andar”, disse um comerciante da região.

Vídeos feitos por moradores mostram a situação de diversas ruas em Vicente Pires.

O outro lado

Segundo o governo, as obras da Rua 8 estão previstas para serem concluídas até o final do mês, enquanto as demais têm meta estabelecida para o final de 2020. De acordo com o administrador da região, Aires Soares, o órgão e a Secretaria de Obras estão fazendo ações paliativas para diminuir o impacto à população. “O problema em si só vai ser solucionado com a conclusão da obra, mas posso afirmar que o impacto será muito menor neste ano do que em 2018”, diz.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Obras afirmou que o contrato do Lote 8, que contempla a Rua 3, vem desde 2016, mas nunca saiu do papel. “Sua execução só foi possível neste ano, após muito esforço da atual gestão”, diz, em nota. No momento, estão sendo executadas obras de drenagem, uma vez que esta rede é capaz de captar 18 milhões de litros de água por segundo.”

“Somente com a conclusão desta rede, a maior de Vicente Pires em captação, conseguiremos solucionar definitivamente os transtornos com alagamentos e atolamentos neste trecho. As obras estão avançadas e a expectativa é que esta rede entre em funcionamento nos próximos dias”, garante a pasta.

Trabalhos atuais

As obras de drenagem, agora, se concentram nas ruas 3, 4, 8 e 12, enquanto as de pavimentação ocorrem nas ruas 4, 5 e 10. “Somente neste ano foram concluídas (drenagem e pavimentação) as ruas 3B, 3C, 6, 7 e 10, além de dezenas de condomínios e chácaras. Também foram pavimentados trechos das Ruas 3, 4 e da Colônia Agrícola Samambaia”, segundo a secretaria, informando que só em 2019 foram investidos de R$ 66,2 milhões.

De acordo com a pasta, a previsão é de que os serviços sejam concluídos em 2020. A assessoria de comunicação assegura que a população aprova o resultado do trabalho feito durante a estiagem e aponta que o correto seria executar a infraestrutura para depois construir residências e comércios.

“Em Vicente Pires se construiu primeiro para depois realizar as obras de infraestrutura”, aponta. Onde esses serviços estão sendo executados, é comum que a população enfrente alguns transtornos”, conclui.

 

Últimas notícias