Vídeo: vigilante dá soco no rosto de idoso que aguardava atendimento

Pacientes flagraram o momento em que o homem se exalta e desfere um murro no senhor de cabelos brancos. Empresa diz ter afastado os funcionários envolvidos na confusão

atualizado 04/06/2019 14:56

Vídeo/Reprodução

Um idoso levou socos de um vigilante na emergência do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) nesse sábado (01/06/2019). As agressões foram registradas por pacientes que também aguardavam atendimento na unidade pública de saúde.

Nas imagens (veja abaixo), é possível observar que, inicialmente, dois seguranças tentam conter e acalmar o idoso. Irritado, o senhor de cabelos brancos se levanta e tenta chutar um deles, que revida as agressões desferindo um soco no rosto do paciente.

 

Duas mulheres que também estavam na ala de emergência do HRT tentam apartar a briga e conter os profissionais terceirizados. No entanto, a confusão prossegue quando um homem de boné vermelho aparece, passa a discutir com os vigilantes e acaba sendo empurrado por um deles.

Procurada pela reportagem para comentar as agressões, a direção do Hospital Regional de Taguatinga informou estar apurando os fatos e garantiu já ter solicitado à empresa terceirizada “o afastamento dos envolvidos no caso”.

Em nota, o HRT acrescentou que pacientes, testemunhas e seguranças foram encaminhados à delegacia para registrar boletim de ocorrência e que a direção do hospital está à disposição da polícia para quaisquer esclarecimentos.

O caso foi registrado na 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga) como violação de domicílio, pois, segundo a ocorrência, o idoso teria tentado invadir o pronto-socorro da unidade pública. Em depoimento, um dos funcionários terceirizados do hospital disse ter sido agredido “com um soco na boca e outro na altura do estômago” pelo homem.

À polícia, o paciente, por sua vez, alegou que aguardava assistência no HRT após ter sido atropelado e teria escutado chamarem seu nome para atendimento. No entanto, foi barrado pelos seguranças, que “repentinamente o imobilizaram e o levaram ao posto policial do hospital”.

Últimas notícias