Veja, por faixa etária, quantas mortes por Covid ocorreram no DF desde o início da vacinação

Mesmo vacinados, idosos ainda foram as principais vítimas. Imunização, porém, reduziu drasticamente óbitos na terceira idade

atualizado 14/09/2021 5:25

mulher no cemitérioMichael Melo/Metrópoles

Apesar de terem sido os primeiros a se vacinar contra a Covid-19 no Distrito Federal, os idosos foram os que mais morreram em decorrência da doença desde o começo do programa de imunização na capital do país. Desde 1º de fevereiro, quando teve início a vacinação por faixa etária, 3.266 pessoas com mais de 60 anos perderam a vida por causa do coronavírus nos hospitais do DF.

O número é pelo menos três vezes maior do que os registros de grupos mais novos. Na faixa daqueles que têm entre 50 e 59 anos, ocorreram 1.038 mortes. Os dados são dessa segunda-feira (13/9) e foram retirados do “Painel COVID-19 no Distrito Federal”, mantido pela Secretaria de Saúde.

Veja quantas pessoas morreram em decorrência da Covid-19 desde o início da vacinação:

  • Mais de 60 anos: 3.266
  • Entre 50 e 59 anos: 1.038
  • Entre 40 e 49 anos: 770
  • Entre 30 e 39 anos: 331
  • Entre 20 e 29 anos: 84
  • Menores de 19 anos: 8

Apesar dos números, observou-se diminuição nas mortes dos idosos no DF desde o começo do programa de imunização, em comparação com 2020.

Até agora, a faixa etária que menos se vacinou foi a das pessoas entre 30 e 39 anos. Dados do vacinômetro da Secretaria de Saúde apontam que, nesse grupo, 25% das pessoas ainda não tomaram sequer a primeira dose de algum dos imunizantes disponíveis.

Todas as outras faixas etárias apresentam percentual maior, aproximando-se ou ultrapassando 80% de protegidos ao menos com a D1. Na página da Saúde local, é possível observar que a faixa de 30 a 34 anos tem o percentual de 73,65%, e a faixa de 35 a 39 anos, de 75,22%. As demais apresentam índices maiores, incluindo as de adolescentes de 18 e 19 anos, que iniciaram a vacinação recentemente.

Veja:

adesão à vacina

Somente adolescentes de 12 a 17 anos que ainda não estão sendo vacinados em sua totalidade têm percentual menor de D1. Durante a coletiva de imprensa nessa segunda, a Secretaria de Saúde confirmou o início da imunização contra a Covid-19 de adolescentes com 14 e 15 anos, a partir da próxima quarta-feira (15/9).

De acordo com o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, o Ministério da Saúde repassou mais 77.222 doses da Pfizer para aplicar como D1 nesses jovens. O imunizante é o único com autorização para a faixa etária.

Segundo o subsecretário, com o estoque que já está na Rede de Frio, o número ultrapassará as 100 mil doses para essa faixa etária. O grupo é composto por 89.453 pessoas.

0

Últimas notícias