Vazamento de dados de clientes da Sky Brasil é investigado pelo MPDFT

Segundo o Ministério Público, 32 milhões de assinantes podem ter sido afetados

atualizado 12/12/2018 21:46

Wikimapia/Reprodução

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou inquérito civil público para investigar suposto incidente de segurança envolvendo o banco de dados da Sky Brasil, empresa de TV por assinatura.

Segundo o inquérito, 32 milhões de clientes da Sky Brasil podem ter sido comprometidos com o vazamento de seus dados pessoais, como nome completo, data de nascimento, e-mail, senha de login do serviço, endereço IP, métodos de pagamento, número de telefone e endereço residencial.

Os dados eram disponibilizados sem necessidade de autenticação, por um simples comando. A investigação foi aberta pela Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial (Espec) do MPDFT.

Essa não é a primeira vez que o órgão apura vazamento de dados de grandes empresas com âmbito nacional. O Ministério Público já abriu procedimentos contra a rede hoteleira Marriott, o Banco Inter e a Uber.

Procurada pela reportagem por e-mail, a assessoria de imprensa da Sky não havia retornado o contato até a última atualização deste texto. (Com informações do MPDFT)

Últimas notícias