*
 

O trânsito na região central de Brasília parou no fim da tarde desta quarta-feira (7/2). A chuva e acidentes, que se somaram à interdição de parte do Eixão, provocaram um nó no tráfego. Sem poder contar com a pista expressa, os motoristas precisaram buscar caminhos alternativos. 

Com o desabamento de parte do viaduto sobre a Galeria dos Estados, um trecho do Eixão Sul ficará interditado ao menos até 19 de fevereiro. Uma das grandes alterações é o isolamento relacionado ao Buraco do Tatu, que está fechado no sentido norte-sul do Eixão.

Como a região está parcialmente bloqueada, quem sai do Eixão Norte em direção à área sul da cidade precisa acessar o Eixo Monumental e retornar após a Rodoviária do Plano Piloto, para chegar ao Eixo W Sul.

Uma alternativa orientada pelo GDF é o Eixo W Norte – de lá, é possível desviar pelo Setor Comercial Norte, pela via elevada que cruza o Eixo Monumental e passar atrás do Conjunto Nacional e do Conic. O semáforo no acesso dessa via para o Eixo W Sul estará intermitente.

Quem segue pela rota Aeroporto JK/Rodoviária do Plano Piloto deve ficar atento: só é possível chegar até a altura do Setor de Autarquias. De lá, os Eixinhos podem ser acessados. Ainda, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) orienta os motoristas a usar L2 Sul, L4 Sul, ou W3 Sul para chegar à região sul do Plano Piloto.

Uma viatura do Detran-DF deve ficar no início do Eixo W Sul, após o Conic, auxiliando o fluxo no Setor de Diversões Sul. “Caso seja necessário, outras interdições poderão ocorrer para garantir maior segurança e fluidez no trânsito”, disse a autarquia, em nota.