Servidores do IML são vacinados contra Covid no DF. Veja vídeo

Com a imunização, profissionais descartam risco de paralisação no serviço de recolhimento de corpos nos hospitais

atualizado 12/04/2021 18:07

Servidor vacinadoMaterial cedido ao Metrópoles

Os servidores públicos do Instituto Médico Legal (IML), responsáveis pelo recolhimento de corpos nos hospitais, foram vacinados contra a Covid-19, na Unidade Básica de Saúde nº 2, no Guará, nesta segunda-feira (12/4).

Apesar de participarem da linha de frente na luta contra a pandemia, os servidores não foram incluídos na primeiras etapas de vacinação. Diante do risco de infecção, avaliaram a suspenção da coleta de cadáveres até que houvesse a imunização da categoria.

Após a aplicação da 1ª dose do imunizante contra o novo coronavírus, segundo o presidente da Associação dos Técnicos em Necrópsia do IML (Asten), José Romildo Soares, a ameaça de greve está descartada.

Veja imagens da vacinação: 

“Toda essa celeuma foi totalmente desnecessária. Assim como os profissionais dos hospitais, também temos uma função importante neste momento. Infelizmente, o governo não reconhece a nossa categoria”, desabafou o líder sindical.

“Foram vacinados todos os servidores responsáveis pelo recolhimento de corpos, exame cadavérico e radiologia”, contou. No total, são 34 profissionais. A 2ª dose está prevista para 7 de maio.

De acordo com Romildo, as vacinas foram aplicadas pela Secretaria de Saúde. Os servidores da área administrativa serão imunizados após agendamento.

Pelas contas da Asten, a cada plantão de 24 horas, os servidores do IML, recolhem em média, pelo menos dois cadáveres de vítimas diagnosticas com a Covid-19.

Últimas notícias