*
 

O presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Júlio Menegotto, deu, nesta segunda-feira (12/2), uma estimativa do tempo para a conclusão das obras do viaduto que desabou na terça-feira (6), no Eixão Sul. Se a estrutura puder ser recuperada, a área pode ser liberada em 40 dias. Mas, se uma demolição for necessária, o tempo de conclusão do empreendimento será bem maior e pode demorar oito meses. Tudo vai depender de análise do material do elevado.

Na quarta-feira (14), enviaremos para a Universidade de Brasília (UnB) os materiais do viaduto para serem analisados, o que deve levar uma semana. É a partir deles que vamos decidir se faremos a demolição ou a restauração do local. O que acontece é: se for restaurado, a previsão é que as duas faixas sejam reforçadas e entregues em 30 ou 40 dias. Mas, se tivermos que demolir, serão pelo menos oito meses de obras, fora o problema ambiental com o descarte do material"
Júlio Menegotto

Enquanto não se define como será feita a recuperação do elevado, as intervenções na região seguem a todo vapor. Com previsão para ser liberada na quinta-feira (15), a passagem de pedestres da Galeria dos Estados já está segura, diz Menegotto. Segundo ele, desde que foram instalados os sensores que captam as vibrações na edificação e com a colocação do escoramento no local, não foram identificados problemas na estrutura.

Desde sábado (10), cerca de 100 homens por turno estão no local para reforçar as estruturas da galeria e pavimentar as duas alças por onde os carros acessarão o Eixão Sul. A esperança da Novacap é poder restaurar o viaduto, pois o transtorno para a população seria menor do que uma demolição para reconstruir tudo “do zero”.

Até a quinta-feira (15), além de limpeza, a região receberá tapumes para evitar o contato dos pedestres com as estruturas em obras. Uma equipe da Novacap também permanecerá na área fazendo a análise continuada das vibrações, para garantir que a área permanecerá segura. “Se fosse para cair mais alguma parte, já teria acontecido. No momento, o que temos é um local seguro”, completa o gestor.

Asfaltamento concluído
As alças de acesso ao Eixão Sul também devem ser liberadas até a quinta-feira (15). A previsão é que isso ocorra após o Departamento de Estradas e Rodagens (DER-DF) e o Departamento de Trânsito (Detran) pintarem as faixas de rolamento e colocarem a sinalização. A parte asfáltica das obras das novas ligações dos Eixinhos com o Eixão Sul, nos arredores do viaduto da Galeria dos Estados, foi finalizada nesta segunda-feira (12).

Júlio Menegotto reforçou que as novas faixas foram ampliadas para que os veículos do BRT passem sem problemas. “A construção dessas alças, além da colocação dos escoramentos, foram feitas em tempo recorde. Mais rápido do que outros países fariam. Logo estaremos devolvendo o espaço para a população”, finalizou Júlio Menegotto.