*
 

A menos de um mês para as eleições, a maioria dos eleitores brasilienses ainda não decidiu em quem votar para os cargos de deputado federal e distrital.

Pesquisa encomendada pelo Metrópoles ao Instituto FSB revela que 78% dos eleitores não escolheram representante na Câmara dos Deputados. Outros 16% já têm nome, enquanto 6% se dividem entre os que não souberam ou não responderam.

No caso da Câmara Legislativa (CLDF), o percentual de indecisos é de 65%. O índice de eleitores que já escolheram em quem votar é de 29%. Outros 5% não souberam ou não responderam aos questionamentos.

Arte/MetrópolesArte/Metrópoles

Em um modelo espontâneo e único, os entrevistados falaram os nomes em quem votariam, sem ter acesso a qualquer relação de candidatos. No Distrito Federal, há 188 postulantes à Câmara dos Deputados e 973 à CLDF.

Ao serem perguntados sobre o candidato a deputado federal, o nome mais citado foi o de Erika Kokay (PT), que tenta a reeleição. Ela foi indicada por 8% dos eleitores. Os distritais Julio Cesar (PRB) e Celina Leão (PP) aparecem empatados na sequência, com 6%, seguidos por Flávia Arruda (PR), com 5%. A estreante na disputa Paula Belmonte (PPS) tem 4%.

Maria Abadia (PSB) e Laerte Bessa (PR) somam 3%. Paulo Fernando (Patriota), Francimar (PSC), Rodrigo Freire (Novo), Professor Pacco (Podemos), Olair (PP), Miguel Lucena (PTB), Magela (PT) e Filippelli (MDB), 2%.

A sondagem tem uma curiosidade: o ex-deputado federal Geraldo Magela (PT), que disputa vaga na CLDF, também foi citado por 2% dos entrevistados.

Confira:

 

Arte/Metrópoles

Câmara Legislativa
Entre os nomes lembrados pelos eleitores na hora de apontar um candidato para a Câmara Legislativa, apenas nove políticos foram mencionados.

O primeiro entre os citados é o delegado Fernando Fernandes (Pros), com 4%. Na sequência, vêm o postulante à reeleição Cristiano Araújo (PSD) e Tabanez (Pros), com 3%.

Os distritais Rafael Prudente (MDB), Agaciel Maia (PR) e Robério Negreiros (PSD) estão empatados com 2%. Ainda integram a lista os estreantes Sargento Bonina – Véi da 12 (PMN), Iolando (PSC) e Julio Cezar (PP).

Veja:

Arte / Metrópoles

O levantamento, feito entre os dias 7 e 9 de setembro, portanto após o início do programa eleitoral de rádio e televisão, ouviu 1.072 pessoas, em entrevistas pessoais. Em razão dos arredondamentos, os totais podem ficar entre 99% e 101%.

A pesquisa Metrópoles/FSB foi encomendada com o intuito de mapear as opiniões e percepções da população sobre o cenário para as eleições de 2018, bem como avaliar a qualidade de vida no DF, qualificar a atuação do GDF e identificar os principais problemas da região.

Os levantamentos foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números DF-07940/2018 e BR-06613/2018.