Ibaneis vota e cozinha um galopé para aguardar resultado das eleições

Líder das pesquisas de intenções de votos, o candidato do MDB disse estar confiante em ganhar ainda no primeiro turno no Distrito Federal

Ricardo Botelho/Especial para o MetrópolesRicardo Botelho/Especial para o Metrópoles

atualizado 07/10/2018 15:29

Líder das pesquisas de intenções de voto, Ibaneis Rocha (MDB) compareceu às urnas por volta das 10h30 deste domingo (7/10). O emedebista votou na escola Liceu Francês François Mitterrand, na QI 21 do Lago Sul, e demonstrou tranquilidade. Tanto que afirmou ao Metrópoles que estava voltando para casa a fim de cozinhar um galopé para esperar pelos resultados.

“Estou com ótimas expectativas, inclusive de ganhar no primeiro turno. As ruas transmitem isso. Agora, quem for comigo para o segundo turno será derrotado”, disse.

De acordo com o advogado, todos candidatos deveriam se recolher no dia da votação a fim de evitar tumulto. Na receita do prato que pretende fazer, Ibaneis detalhou: galinha caipira, pé de porco e feijão verde. Mais cedo, às 9h45, ele foi ao colégio Mackenzie, também no Lago Sul, com a mulher, Mayara. O buritizável acompanhará a apuração, a partir das 17h, no Clube do Advogado.

Divulgação
Candidato na cozinha de sua casa, após ter votado na manhã deste domingo (7/10)

 

 

Sobre o segundo turno, Ibaneis disse não pretender fazer nenhuma aliança. “Todos os outros fazem parte da velha política. Quem quiser vir sem participação direta no governo, sem combinar cargos, tudo bem”. Ele também fez uma análise da campanha. “Abracei o povo, senti na pele o que eles passam. Aprendi muito e só de chegar até aqui me sinto vitorioso. Eu não era da politica e hoje estou aqui.”

As pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas neste sábado (6/10), véspera da votação, mostraram que a disputa pelo Governo do Distrito Federal só deve ser definida no segundo turno. As sondagens dos dois institutos apontam para o favoritismo de Ibaneis, com percentuais de voto muito acima dos rivais. Eliana Pedrosa(Pros), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD) têm chances de chegar ao segundo turno, pois estão empatados tecnicamente.

Veja vídeo com entrevista do Ibaneis após a votação:

 

 

MDB
Sobre fazer parte do MDB, ele disse: “Sou novo, não sou eles”, disse numa referência a Tadeu Filippelli [presidente do MDB-DF] e Michel Temer [presidente da República], colegas de legenda. “Ninguém manda em mim, trabalho com decência. Se formos analisar partidos, todos estão ruins”, completou.

Fillipelli acompanhou a mulher, Ana Paula Filippelli, durante a votação no mesmo colégio eleitoral do buritizável. “Acredito que Ibaneis estará no segundo turno e que não terá dificuldade em enfrentar qualquer outro adversário. Ele é a renovação pela idade e histórico e com certeza o mais preparado”, disse.

Últimas notícias