Conheça a biografia da candidata ao GDF Eliana Pedrosa

A postulante ao Buriti foi eleita deputada distrital três vezes, em 2002, 2006 e 2010

Foto:
 

Eliana Maria Passos Pedrosa (Pros) nasceu em Bicas, Minas Gerais. Ela passou a infância no Rio de Janeiro e mudou-se para Brasília com os pais ainda na adolescência, aos 15 anos de idade. Estudou em escola pública e formou-se em química pela Universidade de Brasília (UnB). Hoje, aos 65 anos, é mãe de três filhos e avó de seis netos.

Antes de iniciar carreira na política, Eliana atuou nas empresas da família. O grupo empresarial possui enfoque na prestação de serviços e chegou a ter 18 contratos com o Governo do Distrito Federal. Atualmente, segundo ela, possuem três. Entre os negócios familiares estão a Dinâmica Serviços e a Esparta Segurança.

Michael Melo/Metrópoles
Além do fato de ter empresa da família prestando serviços para o GDF, o que a coloca sempre em saia justa, a candidata tem outro calcanhar de Aquiles. Nunca conseguiu dar explicações convincentes por ter contratado, quando secretária, consórcio para administrar os cemitérios do DF do qual empresa de sua família fazia parte. Na época, junho de 2008, chegou a prestar depoimento na CPI dos Cemitérios, instalada pela Câmara Legislativa.

Também pesa contra a candidata o histórico de seu irmão, Eduardo Pedrosa. Em maio de 2004, ele foi preso durante a Operação Vampiro, que investigou um esquema na compra de hemoderivados em troca de propina no Ministério da Saúde.

A candidata foi eleita deputada distrital por três vezes, em 2002, 2006 e 2010. Nos três primeiros anos do segundo mandato, licenciou-se da Câmara Legislativa para assumir o cargo de secretária de Desenvolvimento Social do governo de José Roberto Arruda (PR). Nas eleições de 2014, chegou a ser anunciada pelo PPS como candidata a vice-governadora, mas não fechou aliança com o partido de Arruda. Por fim, decidiu sair para deputada federal, mas não conseguiu se eleger.

Apoiada pela família Roriz, esta é a primeira vez que concorre ao Buriti, figurando como cabeça de chapa da coligação Juntos de Você, com PTB, PHS, Patriota, PMN, PTC e PMB. Seu vice é o também ex-deputado Alírio Neto (PTB).

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Até abril de 2010, Eliana presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito da Corrupção, instaurada em dezembro de 2009, para apurar as denúncias de corrupção e pagamento de propina divulgadas pela Operação Caixa de Pandora, que envolvia Arruda, seu aliado na época.

Hugo Barreto/Metrópoles

Compartilhe