Ibaneis anuncia ao Metrópoles André Clemente na Secretaria de Fazenda

O auditor da Receita licenciado ajudou Ibaneis a elaborar o plano de governo e é o único nome do primeiro escalão definido até o momento

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 28/10/2018 22:19

Três horas após ser eleito governador do Distrito Federal com 69,79% dos votos, Ibaneis Rocha (MDB) anunciou ao Metrópoles, em sua primeira entrevista exclusiva, o nome que vai assumir a Secretaria de Fazenda quando sua gestão começar, em 2019. Será o auditor da Receita licenciado André Clemente.

Homem de confiança do advogado, Clemente ajudou na elaboração do plano de governo e é a única definição neste momento. “Ele é experiente, tem história no Distrito Federal, vai nos ajudar a trazer os recursos que precisamos”, disse o governador eleito.

Ex-secretário da Fazenda e do Planejamento do DF, Clemente é também auditor da Receita há 30 anos. Ele acumula no currículo experiência como secretário de Fazenda nas gestões de José Roberto Arruda (PR), Paulo Octávio (PP) e Rogério Rosso (PSD).

Em 2010, ainda no governo de Rosso, assumiu o Planejamento. Entre 2012 e 2014, foi secretário do Entorno por Goiás. Na eleição de 2014, disputou cargo de deputado distrital, mas não se elegeu.

Em entrevista ao Metrópoles na última quarta-feira (24/10), quando o portal adiantou a possibilidade de ele ser nomeado, Clemente defendeu o desenvolvimento econômico com qualidade de vida para a população. Ele afirmou acreditar no potencial de geração de emprego por meio da criação de um projeto em parceria com empresas de pequeno porte.

“Ibaneis prioriza muito os resultados a curto e médio prazo. Pensamos nas gerações atuais e futuras”, afirmou.

Clemente faz parte dos quadros do PSDB, mas acabou se desentendendo com integrantes do partido ainda na pré-campanha e se afastou. Foi um dos que recentemente ajudaram a negociar a migração de tucanos para o projeto do emedebista.

Últimas notícias