Grupo de policiais se une a Rosso e grava vídeo com “Fora, Rollemberg”

A decisão foi tomada em encontro na tarde desta terça-feira (4/9), após sabatinas promovidas pelo Sindicato dos policiais civis

atualizado 05/09/2018 9:50

Divulgação

Um grupo de policiais civis do Distrito Federal declarou apoio à candidatura do deputado federal Rogério Rosso (PSD) ao Palácio do Buriti. A decisão foi tomada em encontro na tarde desta terça-feira (4/9), após sabatinas com candidatos ao Governo do Distrito Federal promovidas pelo Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF).

Em diversas situações, o buritizável se comprometeu com a paridade salarial das polícias Civil e Federal, uma das principais reivindicações dos profissionais da PCDF. A União concedeu para a PF aumento de 37%, dividido em três parcelas, entre 2017 e 2019. No entanto, o governo local não conseguiu acompanhar os reajustes – a justificativa foi o déficit nas contas.

O presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco, explica que as diversas categorias presentes nas sabatinas — agentes, escrivães, papiloscopistas e peritos –, estavam à procura de uma definição coletiva. “É uma decisão pessoal de cada policial, mas acredito ter sido em razão das propostas do candidato de recuperar a nossa autoestima, a recomposição salarial e tratar o servidor público com mais respeito”, pontuou.

Campanha
Os presentes no evento declaram que farão mobilizações nos próximos dias para reforçar a militância em favor de Rosso. Após a decisão, o buritizável agradeceu pessoalmente o apoio. “Aprendi, com os meus 49 anos de Brasília, a respeitar o servidor público, e levarei isso comigo para o Buriti”, afirmou.

Em 27 de agosto, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), alvo de críticas de membros da Polícia Civil por não conceder o aumento, explicou seu posicionamento. “A Polícia Civil é magoada comigo porque não dei aumento, mas digo aqui: nenhum governador daria. Eram 37% ou R$ 696 milhões por ano, não tinha condições. Mas repito: quero dar aumento igual a todas as corporações”, defendeu.

No fim do evento desta terça (4), os policiais civis gravaram um vídeo no qual gritam: “Fora, Rollemberg”.

Mais lidas
Últimas notícias