Belmonte promete abrir mão de cotas de passagem e gasolina na Câmara

Estreante na política, deputada federal eleita diz que Congresso custa muito caro e que bancará tais gastos com recursos próprios

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 13/11/2018 17:22

A deputada federal eleita Paula Belmonte (PPS) disse em entrevista ao Metrópoles, nesta terça-feira (13/11), que pretende abrir mão de benesses como cotas de passagem área, combustível e plano de saúde. Ela é uma das cinco mulheres escolhidas para representar o Distrito Federal na Câmara dos Deputados, na maior bancada feminina da história da capital da República.

“O Congresso custa R$ 28 milhões por mês. Hoje, o deputado tem de direito a ser ressarcido em 100% quando procura algum atendimento médico. Não quero. [Também não quero] passagem, nem gasolina. Vou pagar tudo do meu bolso”, destacou.

Estreante na política, Belmonte recebeu 46.069 votos nas eleições de 2018. Nascida em São Paulo (SP), ela veio para Brasília com apenas 3 anos. A empresária — que já chegou a vender brigadeiro — é uma das candidatas que conseguiram se eleger na primeira disputa a uma vaga na Câmara Federal.

Assista à íntegra da entrevista:

 

Segundo a empresária e futura política, o mandato dela será voltado para a criação de empregos e ações em prol de crianças e adolescentes carentes do DF. “Sei que um político, ainda mais na Câmara dos Deputados, tem de ser multifuncional, mas quero orbitar sempre nesse ciclo do empreendedorismo, esporte e cultura. E, além disso, fazer uma fiscalização sistemática do dinheiro que é nosso”, ressaltou.

Nesse campo, Belmonte diz que pretende trabalhar para a implementação da educação em tempo integral em todas as escolas públicas do DF. “Em sete anos, começamos a colher o resultado”, estimou.

Novata
A novata foi uma das apostas do senador Cristovam Buarque (PPS). O parlamentar adotou a estratégia de lançar nomes desconhecidos da política na tentativa de construir um novo palanque para as eleições. O senador, no entanto, não conseguiu votos suficientes para a reeleição.

A deputada federal eleita é casada com o advogado Luis Felipe Belmonte (PSDB), primeiro suplente do senador eleito pelo DF Izalci Lucas (PSDB).

Últimas notícias