Daniel Donizet é nomeado administrador regional do Gama

Parlamentar será substituído pela suplente bolsonarista Kely Bolsonaro e pretende voltar para a Câmara Legislativa dentro de 120 dias

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 22/05/2019 11:08

O deputado distrital Daniel Donizet (PSDB) foi nomeado administrador regional do Gama, na edição do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta quarta-feira (22/05/2019). O parlamentar do DF vai substituir Juliana Gonçalves Navarro.

A nomeação ocorre poucos dias após Donizet xingar a ex-administradora no plenário da Câmara Legislativa. O parlamentar se referiu a Navarro com palavras de baixão calão, chegando a usar as expressões: “débil mental” e “merda”.

O episódio gerou críticas de órgãos e personalidades engajadas na defesa das mulheres. Pressionado, Donizet fez um pedido público de desculpas. Contudo, o distrital afirmou que a ex-gestora fez ameaças contra ele.

O distrital será substituído pela suplente Kely Bolsonaro (PRP). “A princípio, vou ficar afastado por 120 dias. Sou ouvidor da Câmara Legislativa e não quero abrir mão do meu posto. Caso ache necessário, posso voltar antes temporariamente e depois peço nova nomeação na administração regional”, comentou Donizet.

A substituição não é imediata. Daniel Donizet terá que pedir afastamento formal para a Câmara. Provavelmente, durante a sessão desta quarta-feira, será feita a leitura do documento. Na sequência a suplente será convocada. A posse está condicionada à entrega da documentação de Kely Bolsonaro.

Uma vez que estas etapas sejam cumpridas, o caminho está pavimentado para a cerimônia de entrega do broche distrital. A posse pode ocorrer no plenário ou no gabinete da Presidência da Casa, como tem sido o mais comum nos últimos anos. Donizet fazia parte da base do governador Ibaneis Rocha (MDB) na Câmara.

 

 

 

Últimas notícias