Papuda: presos cavaram buraco e pularam dois muros para fugir

O Metrópoles teve acesso a uma imagem que mostra o local por onde três detentos escaparam na madrugada desta terça-feira

ReproduçãoReprodução

atualizado 28/01/2020 14:24

O buraco por onde três presos fugiram no Complexo Penitenciário da Papuda fica em cima da porta de uma cela. Há indícios de que os detentos tenham subido no telhado do Bloco 1 da Ala A do Centro de Detenção Provisória (CDP), pulado dois muros e escapado, na madrugada desta terça-feira (28/01/2020).

A ala é uma das construções mais antigas do complexo, com paredes apenas de tijolos e uma fina camada de cimento. A fuga foi revelada pelo Metrópoles nesta manhã. A reportagem também conseguiu uma imagem exclusiva do buraco (foto em destaque) por onde eles saíram.

Um dos detentos que fugiu do CDP é velho conhecido da polícia por ter cometido prática semelhante. Roberto Barbosa dos Santos, preso pela 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) por estelionato em agosto do ano passado, fugiu da delegacia no dia do flagrante.

Mesmo algemado, ele conseguiu sair da DP e pegar um ônibus. Roberto contou ao motorista do coletivo que havia sido vítima de sequestro e que os “bandidos” teriam colocado algemas nele.

O homem foi localizado três dias depois pelos policiais. Roberto foi preso por praticar um golpe conhecido por vários nomes, entre eles, “conto do paco”, “conto do achadinho”, “golpe da saidinha” ou “pacote de dinheiro”.

 

Reprodução

 

 

A fuga é investigada pela 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião). A Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) determinou que os policiais reforcem as buscas aos foragidos.

“Estamos investigando e tentando capturá-los”, afirmou o governador Ibaneis Rocha (MDB) durante lançamento de obras nesta manhã.

A última fuga registrada no complexo ocorreu em 21 de fevereiro de 2016, quando 10 detentos da Penitenciária do Distrito Federal 1 (PDF 1) escaparam durante chamada nominal feita por agentes, ato conhecido como “confere”. O local abriga presos que cumprem pena em regime fechado.

Confira os nomes dos foragidos nesta terça-feira (28/01/2020):

Carlos Augusto Mota de Oliveira: cumpre pena por latrocínio
Roberto Barbosa dos Santos: cumpre pena por estelionato e formação de quadrilha
André Cândido Aparecido da Silva: cumpre pena por tráfico de drogas, receptação e desacato

Qualquer informação para ajudar as operações de captura dos foragidos pode ser passada por meio dos telefones (61) 3234-4486, 197 e 190.

 

Últimas notícias