PCDF faz operação contra quadrilha que praticava golpe da “saidinha”

Foram registradas mais de 70 ocorrências por vítimas no DF, a maioria idosos e aposentados

atualizado 22/08/2019 9:45

PCDF/Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou a Operação Recompensa nas primeiras horas desta quinta-feira (22/08/2019). A mobilização de delegados e agentes da corporação tem como objetivo o cumprimento de sete mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão. A organização criminosa alvo da ação é responsável por prejuízo estimado em R$ 500 mil em golpes no DF.

De acordo com informações da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), que coordenou a operação, o bando era investigado há oito meses. Nesse prazo, foi possível identificar que o grupo praticava, em todo o território nacional, um golpe conhecido por vários nomes, entre eles, o “conto do paco”, “conto do achadinho”, “golpe da saidinha” ou “pacote de dinheiro”.

O público preferencial dos criminosos eram idosos, aposentados, pensionistas, pessoas pobres ou com alguma deficiência intelectual. A estratégia aplicada pela quadrilha é uma das mais comuns. É deixado uma isca, como uma carteira com documentos e dinheiro, que é localizado pela vítima. Ao restituir o objeto ao “dono” – um infrator –, o bandido diz que dará recompensa à pessoa e pede para ser acompanhado até o local onde pagará a suposta gratificação. Neste momento, a vítima é roubada.

0

 

No DF, a quadrilha vinha atuando desde 2018 nas regiões de Brazlândia, Taguatinga, Recanto das Emas, Núcleo Bandeirante e Ceilândia, entre outras. Cerca de 70 ocorrências com características semelhantes são atribuídas à organização.

Em virtude de operações realizadas nos dias 31 de julho e 20 de agosto, quatro integrantes estão detidos. A polícia conseguiu prender um dos bandidos em flagrante e restituir todo o dinheiro perdido à vítima.

Últimas notícias