Mais doses e fim do agendamento. As novidades na vacinação no DF nesta quinta

GDF deve divulgar como acontecerá a divisão entre os postos de saúde. Objetivo é evitar filas e aglomeração

atualizado 22/07/2021 10:39

Vacinação de pessoas em situação de rua no DFGustavo Alcântara / Especial Metrópoles

Com a expectativa da chegada de 92 mil doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta-feira (22/7), o Distrito Federal se prepara para ampliar o público-alvo a ser imunizado. Com a nova remessa, pessoas com mais de 37 anos poderão ser protegidas contra o vírus, a partir desta sexta-feira (23).

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai mudar a logística da vacinação: agora não será mais preciso agendar para conseguir uma dose. Nesta quinta, a Secretaria de Saúde deve divulgar plano detalhado para evitar formação de filas e aglomerações, com os postos de saúde divididos por região e por idade.

Outra mudança é a quantidade dos pontos de vacinação. Atualmente, são 54, mas esse número deve subir para 100 a partir de sexta-feira. Nesta quinta, serão imunizadas apenas pessoas com mais de 40 anos que agendaram na última sexta-feira (16) para receber a primeira dose e aqueles já previstos para a segunda aplicação.

Educação

Além disso, a antecipação da segunda dose para os professores e demais profissionais da rede educacional do Distrito Federal está mantida. O objetivo é garantir a retomada das aulas no início do segundo semestre, prevista para 2 de agosto.

A imunização da categoria deve recomeçar a partir de 26 e julho. A Secretaria de Saúde ainda não divulgou detalhes de como será o processo de antecipação de doses para os docentes.

0

Últimas notícias