DF: homem é condenado por matar vítima após confundi-la com pedófilo

Clifton Douglas Alves Correia acreditou que o homem era abusador apenas pelo fato de vê-lo dar doces a crianças

iStock/Imagem ilustrativaiStock/Imagem ilustrativa

atualizado 09/08/2019 23:56

O Tribunal do Júri de Taguatinga condenou Clifton Douglas Alves Correia a 14 anos e 10 meses de prisão. Ele matou um homem por suspeitar que se tratava de um pedófilo. Os jurados acataram a denúncia de que o crime foi praticado por motivo fútil, sem chances de defesa da vítima. Clifton também foi sentenciado por corrupção de menores.

De acordo com o processo, em 11 de março de 2012, o acusado efetuou vários golpes de faca e matou Otoniel Ananias da Silva, por suspeitar que a vítima seria um abusador, tão somente porque teria dado doces a algumas crianças. O crime ocorreu em Taguatinga Norte. Na época, Clifton tinha 21 anos. (Com informações do TJDFT)

Últimas notícias