Ibaneis assina termo que cria o Setor Habitacional Jóquei Clube

Novo bairro tem terreno de 252 hectares e ficará próximo a Vicente Pires, entre a EPTG e a Estrutural. Serão 17,5 mil apartamentos

atualizado 24/06/2021 13:40

Ibaneis Rocha na assinatura da ordem de serviço para construção do Hospital Oncológico de BrasíliaHugo Barreto/Metropoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou, nesta quinta-feira (24/6), o termo de compromisso para a criação do Setor Habitacional Jóquei Clube. A solenidade ocorreu no Palácio do Buriti, pela manhã.

O terreno de 252 hectares fica em frente a Vicente Pires, entre a Estrada Parque Taguatinga e Guará (EPTG) e a Estrutural, e poderá receber até 52 mil moradores em 17,5 mil apartamentos. Cada hectare equivale a 10 mil metros quadrados.

De acordo com o governador Ibaneis, as obras do novo setor habitacional começam no início do próximo ano. “A gente espera que, a partir de janeiro do ano que vem, tenhamos condições de fazer a disponibilização dos terrenos para a construção dos prédios. Vamos ter ali um bairro bastante moderno, e esperamos que as empresas que adquirirem os terrenos façam isso de forma bastante rápida, para disponibilizar moradia para a população do Distrito Federal.”

“Em janeiro, a gente começa a comercialização e, a partir de março, começariam as obras”, adiantou. “Aqui, por enquanto, não tem investimento público nenhum, só as empresas que estão fazendo a doação”, ressaltou Ibaneis.

Ibaneis destacou que o setor habitacional a ser construído será “um dos melhores locais para se morar no Distrito Federal”.

“Esse é um projeto que vem sendo trabalhado pela Ademi (Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal), assim como foi o (Setor) Noroeste. Nós temos o Noroeste um dos melhores bairros do Distrito Federal, construído com toda a parte ecológica, com muito cuidado. E a ideia de trabalhar junto à Ademi foi exatamente fazer do bairro do Jóquei mais um de grande qualidade de vida para a população”, disse.

“Tenho convicção de que será um dos melhores locais para se morar no Distrito Federal. O Jóquei é um local de fácil acesso, tem acesso pela EPTG e pela via Estrutural e, ali, nós vamos ter condições de dar a essas pessoas que escolherem morar lá boa qualidade de vida”, enfatizou o governador.

Ainda na cerimônia, o chefe do Palácio do Buriti anunciou a entrega de outro bairro. “Nós temos, em breve, o lançamento do bairro do Taquari. Estou trabalhando junto à Terracap para que a gente possa implementar mais esse bairro, e tenho convicção de que nós vamos conseguir fazer ainda dentro desse nosso governo, dentro dessa nossa gestão, para contribuir com a população do Distrito Federal”, declarou.

O acordo para cessão do terreno e a construção das unidades foram feitas entre o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Terracap e da Ademi-DF. A entidade doou o Plano Urbanístico da Área de Expansão Urbana da região, projeto que será concluído neste ano, enquanto o GDF realizará o processo de licitação pública, além de providenciar a infraestrutura e o licenciamento ambiental para construção na área.

“Essa parceria com a Ademi traz ao Distrito Federal as condições necessárias para que a gente tenha agilidade para ter em mãos esse projeto de expansão urbana”, afirmou Izidio Santos, presidente da Terracap.

Imóveis

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) aprovou o Estudo Territorial Urbanístico (ETU) aplicável ao setor habitacional. Esse é o primeiro passo necessário para possibilitar o início do processo de parcelamento do solo urbano.

“Essa área do Jóquei é uma área urbana, isso desde 2009, assim caracterizada pelo Plano Diretor de Ordenamento Territorial, e tinha recebido as primeiras diretrizes para parcelamento do solo, para criação de novos lotes, desde 2017. Nos últimos anos, de 2019 para cá, fizemos atualizações dessas diretrizes, para garantir que a criação desse bairro viesse dentro de uma perspectiva do urbanismo contemporâneo, com todas as preocupações de sustentabilidade, de questões ambientais e da melhor infraestrutura urbana possível”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira.

O representante da pasta reforçou que a formalidade e a regularização do processo levarão segurança aos futuros moradores. “Não se deve pensar a criação de bairros como uma preocupação para a densidade populacional, uma preocupação para o trânsito, porque esses são bairros que nascem planejados, com todo o planejamento de trânsito, todo o licenciamento ambiental e que naturalmente o projeto que vai ser formalizada a entrega aqui hoje por esse convênio, passará por todo o trâmite legal”, acrescentou Mateus.

No Jóquei Clube, serão oferecidos imóveis residenciais econômicos, de médio e alto padrão, para atender aos diversos perfis da população, assim como unidades comerciais para contemplar diversos segmentos econômicos.

“Teremos um bairro muito verde, com drenagem espetacular, ciclovias, transporte público privilegiado na região. E, acima de tudo, podemos, por meio dessa doação, agilizar e disponibilizar um novo bairro para a população com qualidade e planejado, com estudos ambientais, urbanísticos, seguindo todas as diretrizes da Seduh”, destacou o presidente da Ademi-DF, Eduardo Aroeira.

Últimas notícias