Funcionária do MEC desaparece e família pede ajuda para encontrá-la

Letícia Sousa Curado, 26 anos, faltou ao trabalho e a aula de pós-graduação nesta sexta-feira (23/08/2019)

Arquivo PessoalArquivo Pessoal

atualizado 23/08/2019 23:27

A família da funcionária terceirizada do Ministério da Educação (MEC) Letícia Sousa Curado (foto em destaque), 26 anos, busca por notícias que possam levar até ela, desaparecida desde as 7h desta sexta-feira (23/08/2019). Segundo a mãe da jovem, Kenia Sousa, a filha é muito responsável, trabalhadora e estudiosa, mas, nesta sexta, não compareceu nem ao serviço nem ao curso de pós-graduação que faz na Escola Superior do Ministério Público.

Uma vizinha disse aos familiares que viu Letícia entrando em um carro branco pela manhã. De acordo com a mãe, ela costuma utilizar transporte por aplicativo, mas nenhuma viagem com as características do veículo mencionado foi debitada no cartão de crédito.

Letícia e a mãe combinaram de almoçar juntas nesta sexta-feira, mas ela não atendeu ao celular nem respondeu às mensagens de Kenia. Por volta das 13h, as ligações para o aparelho denunciavam que ele estava desligado.

“Ela mora no Arapoanga [Planaltina], saiu de casa por volta das 7h e deixou o filho para a van escolar buscar. Ela disse que estava atrasada e iria pegar uma van pirata. Quando o celular da Letícia desligou, fui ao emprego dela e me disseram que ela não tinha ido. Liguei para a escola, mas ela também não foi para a aula. Estou muito preocupada”, lamenta Kenia.

Quando saiu pela manhã, Letícia usava saia jeans longa e tênis. Também carregava uma mochila com cadernos e livros.

Quem tiver qualquer notícia sobre Letícia deve ligar para o número 197, da Polícia Civil, ou para o celular de Kenia: (61) 99228-7795.

Últimas notícias