Forças de segurança do DF começam a ser vacinadas na próxima semana

A pressão pela imunização deste público aumentou nos últimos dias, diante da escalada dos óbitos de PMs por Covid-19 na capital

atualizado 23/03/2021 16:09

PM faz teste de Covid-19 no DFHugo Barreto/Metrópoles

Integrantes das forças de segurança pública do Distrito Federal serão incluídos no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19 na próxima semana. A informação foi confirmada em coletiva de imprensa da Secretaria de Saúde e da Casa Civil, na tarde desta terça-feira (23/3), no Palácio do Buriti.

Mais cedo, o Metrópoles noticiou que, do ponto de vista do presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Rafael Prudente (MDB), a imunização dos integrantes das corporações de segurança é vital, neste momento de agravamento da pandemia. Entram na lista servidores das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Departamento de Trânsito (Detran).

“Estou em contato direto com o governador, e espero, para esta semana ainda, uma definição. Os policiais e bombeiros estão na linha de frente e precisam ser vacinados com prioridade”, destacou Prudente.

O líder do governo na CLDF, deputado distrital Hermeto (MDB), tem defendido a vacinação dos profissionais de segurança sistematicamente. No início da tarde desta terça, ele publicou, em sua conta do Instagram, um vídeo informando que a inclusão deste grupo no público-alvo foi garantida por Ibaneis.

Veja:

Mortes de PMs

A pressão pela imunização deste público aumentou nos últimos dias, diante da escalada dos óbitos de policiais militares. Na manhã desta terça-feira, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) perdeu o 10º profissional para a Covid-19 em 10 dias.

A vítima mais recente é o segundo-sargento Marcelo Barros Lima, lotado no Centro de Manutenção (Cman). Ele estava internado no Hospital Maria Auxiliadora, no Gama, mas não resistiu às complicações da doença.

Em nota de pesar, a corporação lamentou o falecimento do militar e prestou apoio aos parentes. “Aos familiares e amigos, transmitimos as nossas mais sinceras condolências pela partida do nobre policial militar.”

0

 

O Metrópoles apurou que, desde o início da pandemia, pelo menos 40 policiais militares morreram vítimas da Covid-19 na capital. De acordo com dados oficiais da PMDF, foram 19 óbitos ao todo. A corporação, no entanto, diz que só contabilizou os falecimentos de policiais da ativa.

Além disso, conforme a corporação, existem, atualmente, 107 militares afastados por terem sido diagnosticados com coronavírus. Outros 1.623 policiais da ativa já tiveram a doença, mas se recuperaram.

Vacinação de policiais civis

Também nesta terça, o Metrópoles noticiou que a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) se organiza para iniciar a vacinação dos servidores contra a Covid-19. A corporação já definiu os grupos que terão prioridade para receber o imunizante.

As forças de segurança do DF têm, juntas, 17 mil funcionários públicos. Somente na PCDF, há 4 mil policiais civis na ativa atualmente. Segundo o delegado-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido, os servidores que estão na linha de frente, fazendo atendimento nas delegacias, serão os primeiros a serem vacinados.

Os funcionários públicos lotados no Instituto de Medicina Legal (IML) e os policiais mais velhos serão os próximos contemplados. Quem tem comorbidade comprovada pela Policlínica terá prioridade. A direção da PCDF agora se concentra em definir se os policiais civis vão aos postos para serem vacinados ou se irão receber o imunizante por meio da Policlínica.

Últimas notícias