*
 

Após o acidente que tirou a vida de cinco pessoas no início da madrugada de domingo (8/7), na BR-080, o Metrópoles conversou com Diego Rodney Paes de Oliveira, pai de Marina Gabriella de Oliveira Xavier, 9 anos, uma das vítimas. Bastante emocionado, ele disse estar “arrasado”.

A tragédia ocorreu na altura de Taboquinha, em Padre Bernardo, no Entorno do Distrito Federal. “Era a filha mais adorável do mundo. Uma menina superinteligente, educada e de bom coração. Gostava de todo mundo e todos gostavam dela. Foi uma tragédia”, disse Diego.

Marina estava acompanhada dos tios, José Adriano Ribeiro Lemos, 36, e Cristina Xavier do Nascimento, 40. Eles estão internados no Hospital Regional de Taguatinga e Instituto Hospital de Base, respectivamente, além da irmã, de 5 anos, que está no IHB.

Eram ocupantes do GM Classic, que colidiu frontalmente com o Fiat Palio onde estava o casal Renata Rocha dos Santos, 25, e Bruno dos Santos Silva, 31. Eles também morreram no acidente, além dos filhos, Stefany Vitória Rocha Silva, 3, e Mikael Rocha Silva, 5.

O único passageiro do Palio que sobreviveu foi o filho mais velho do casal Bruno e Renata. Bruno Renato Rocha Silva, 7, está internado no Instituto Hospital de Base. Segundo Raysa Rocha, 18, irmã de Renata, o cunhado havia ingerido bebida alcoólica em uma distribuidora antes do acidente.

Ela deveria estar no carro, mas resolveu vir com outra irmã de Taboquinha para o Distrito Federal. Raysa conta que foi uma das primeiras pessoas a chegarem ao local da tragédia. “Nem consegui dormir. A cena era a pior possível. Vi na hora que tiraram todos eles do carro”, contou, muito emocionada, na porta do Instituto Hospital de Base.

Bruno Renato está consciente e, segundo a tia, ainda não sabe o que ocorreu. “Pergunta o tempo todo pelos pais, irmãos“, afirmou Raysa.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Bruno bateu de frente no Classic após fazer uma ultrapassagem em local permitido. Conforme relatos de pessoas no local do acidente, um dos motoristas teria sido visto em um bar na estrada antes da colisão. Já as equipes de socorro teriam identificado sinais de embriaguez no outro condutor.

A PRF informou ainda que as crianças, com idade entre 4 e 5 anos, deveriam estar em cadeirinhas de segurança. No entanto, o equipamento não foi encontrado no interior dos veículos nem nas proximidades do acidente.

Quem são as vítimas?

Renata Rocha dos Santos e Bruno dos Santos Silva

Eram casados e estavam no Fiat Palio. Renata, que estava grávida, morreu junto com o esposo e os dois filhos, de 3 e 5 anos. O mais velho, 7, está internado no Instituto Hospital de Base (IHB).

Reprodução/Facebook
Stefany Vitória Rocha Silva 

Filha de Renata e Bruno, tinha 3 anos.

Mikael Rocha Silva

Mikael era o filho caçula de Renata e Bruno, tinha 5 anos.

Marina Gabriella de Oliveira Xavier
A menina, de 9 anos, era uma das passageiras do GM Classic.