Entorno: novo vídeo mostra vizinhos discutindo antes de facada

Para delegado do caso, há a possibilidade de avaliar homicídio privilegiado ou até mesmo legítima defesa

atualizado 03/01/2020 20:46

Reprodução

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) divulgou, nesta sexta-feira (03/01/2020), novas imagens da discussão que resultou na morte a facadas de Helenildo Alves dos Santos, 36 anos, na madrugada do último dia 29 de dezembro, em Valparaíso de Goiás. Uma câmera de segurança voltada para a entrada do apartamento de João Roberto Penna Pereira, 35, autor dos golpes, mostra um bate-boca entre os dois momentos antes do crime.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Cassius Zamó, a análise da nova filmagem dá abertura para a possibilidade de considerar a reação de João Roberto como legítima defesa. “Isso pode ser analisado. Dá para ver que ele abre a porta e a vítima faz algum movimento, que não dá para saber se é um soco ou algum gesto provocativo. Todas as possibilidades estão sendo analisadas, até mesmo homicídio privilegiado, quando o assassinato é decorrente de uma provocação”, explica.

A movimentação captada, de acordo com o delegado, ainda não corrobora a versão do autor, mas abre possibilidade para que João tenha contado a verdade. “Na versão dele, disse que estava na casa e ouviu gritos e xingamentos na porta. Afirma, ainda, que só depois de ter tomado um soco que reagiu daquela maneira”, afirma.

Outra descoberta, a partir da análise de várias imagens do prédio, é a de que Helenildo não estava em casa quando subiu para o apartamento do vizinho de cima. “O intervalo de tempo entre o momento que ele chega no prédio e a ida para o andar vizinho é muito curto. A gente ainda não tem nenhuma hipótese concreta sobre o motivo disso, mas seguirá investigando”, diz Cassius.

Autor do crime está preso

Nessa quinta-feira (02/01/2020), João foi preso após prestar depoimento à Polícia Civil, em Valparaíso de Goiás. Ele foi filmado esfaqueando Helenildo após reclamação de um suposto barulho. Helenildo teria agredido o vizinho com dois socos no rosto. João Roberto reagiu, então, desferindo duas facadas no rapaz, que não resistiu e morreu.

Veja as primeiras imagens divulgadas:

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, incomodada com a “bagunça” no andar de cima, a vítima foi até a residência vizinha e tentou invadi-la, desferindo socos na porta.

Após discussão entre os dois envolvidos, Helenildo ainda teria tentado entrar no apartamento. Nesse momento, o morador pegou uma faca e atacou o vizinho nos braços e nas costas.

Helenildo chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Valparaíso. Entretanto, não resistiu aos ferimentos.

A defesa dele alega que as imagens mostram que não houve barulho alto no apartamento e diz que a vítima sangrou por uma hora até a chegada do Samu. João também teria pedido o socorro médico.

Após o crime, João Roberto se apresentou à polícia e justificou legítima defesa. Ele foi liberado, mas após as investigações, a polícia pediu mandado de prisão contra ele, que foi acatado pela Justiça.

Últimas notícias