Segundo Ibaneis, ex-aliados de Rollemberg o acham “uma pessoa nojenta”

Declaração foi dada no debate realizado pelo Metrópoles nesta quarta, após Rollemberg questionar se rival não estava querendo comprar votos

atualizado 17/10/2018 22:32

Daniel Ferreira/Metrópoles

Na corrida pelo comando do Palácio do Buriti no segundo turno nas eleições 2018, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Distrito Federal (OAB-DF) Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que os ex-aliados do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) acham ele “uma pessoa nojenta”.

A declaração foi dada durante o debate realizado pelo Metrópoles, em parceria com seis rádios nesta quarta-feira (17/10). O ataque ocorreu logo após o governador questionar Ibaneis sobre a promessa feita pelo emedebista de reconstruir casas com o próprio dinheiro. Rollemberg quis saber se isso não era compra de votos e classificou a proposta de “verdadeiro flagrante de delito de abuso de poder econômico”. Como resposta, foi acusado de “pessoa nojenta”.

“Acho que quem está comprando a consciência das pessoas é o senhor. De forma muito errada. O senhor está enganando a população do DF mais uma vez. O senhor provou ao longo do mandato que é um homem que engana as pessoas. Enganou os servidores públicos, os seus aliados, todos aqueles que confiaram no senhor”, disse o emedebista. “Enganou a mim. Eu recebi o senhor no meu escritório pensando que o senhor é uma pessoa do bem. O senhor não é uma pessoa de bem. É uma pessoa do mal. Uma pessoa arrogante, perseguidora, que está utilizando dos meios mais sórdidos para fazer campanha, tentando enganar mais uma vez a população”, disparou o advogado.

O emedebista continuou o ataque ao chefe do Executivo que disputa a reeleição. “Basta o senhor olhar os seus ex-aliados: todos eles desconfiam do senhor. Todos eles acham o senhor uma pessoa nojenta, difícil. Eu acho que o DF já reconheceu e a rejeição do senhor é muito clara. O senhor é uma pessoa difícil de viver. O senhor tinha que reconhecer seus defeitos e dizer o seguinte: eu vou parar de enganar os meus”, completou.

Ainda em resposta a Rollemberg, Ibaneis incluiu uma declaração a qual atribuiu à Gabriela Rollemberg, filha do adversário. “A sua filha me disse uma vez: ‘Eu parei de dar conselho ao papai porque ele não ouve ninguém, é uma pessoa arrogante’. Eu acho que ela está certa. Gabriela, minha amiga, infelizmente seu pai não aprendeu a ouvir. Agora, quero dizer ao senhor, governador, a diferença entre nós é a seguinte: você faz política para você, eu faço para o povo”, concluiu.

O socialista contra-atacou solicitando respeito. “Você devia, candidato, respeitar a minha filha. Aliás, você devia respeitar as famílias. Sabe porque você não respeita família? Você não respeitou nem a sua. Como é que vai respeitar a dos outros? As pessoas vão ter oportunidade de conhecer quem é o Ibaneis nessa campanha. Essa personalidade devassa, perversa, agressiva. É muito diferente desse candidato que está aparecendo maquiado nas ruas”, afirmou.

Confira na íntegra o debate:

Mais lidas
Últimas notícias