DF: Saúde monitora 6 passageiros do mesmo voo de pacientes com Ômicron

Secretaria do DF diz que não considera os pacientes suspeitos, mas o Ministério da Saúde garante que os casos estão em investigação

atualizado 02/12/2021 19:07

Variante possui 50 mutações já descobertasShutterstock

O secretário de Saúde general Manoel Pafiadache anunciou, nesta quinta-feira (2/12) , que seis passageiros do voo Guarulhos-Brasília, que estavam acomodados próximos aos dois moradores do DF infectados com a nova variante Ômicron, estão sendo monitorados.

Dos seis casos em investigação, 5 adultos estão vacinados. Uma criança, por ter menos de 12 anos, não recebeu nenhuma dose do imunizante. Até a última atualização desta reportagem, três pacientes haviam feito a coleta e o restante estava agendado para a tarde desta quinta. O resultado deve sair nesta sexta-feira (3/12).

Infectados com a Ômicron no DF: sintoma leve e assintomático

Mais cedo, o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) confirmou dois novos casos da variante Ômicron da Covid-19 no Distrito Federal. Os passageiros vieram da África do Sul e passaram por Guarulhos antes se deslocarem para o Aeroporto Internacional de Brasília nessa segunda (29/11).

Saiba mais sobre as variantes da Covid-19:

0

Ambos os casos confirmados com a variante Ômicron tomaram as três dose da vacina. Um está assintomático enquanto o outro caso apresenta sintomas leves.

Além dos dois casos da Ômicron no DF, há mais três em São Paulo. O 3º caso, confirmado na quarta-feira (1º/12), é de um homem de 29 anos que veio da Etiópia, na África, e desembarcou no Aeroporto de Guarulhos no dia 27 de novembro.

Dois infectados com a Ômicron no DF tomaram vacina contra Covid-19

Ômicron no mundo

A nova variante do coronavírus preocupa o mundo. Casos da cepa registrada pela primeira vez em Botsuana, na África, já foram confirmados na África do Sul, Bélgica, Israel e Hong Kong.

Autoridades internacionais estão aumentando as medidas de restrição para evitar a entrada da variante em seus territórios, pois os cientistas têm alertado que a quantidade de mutações faz desta versão do vírus a “mais significativa” até aqui.

Veja o que se sabe até o momento sobre a Ômicron:

0

 

Mais lidas
Últimas notícias