*
 

O Metrô-DF vai estender a operação de horário de pico – quando há mais trens circulando – até as 20h30 desta terça-feira (6/2). O número de funcionários nas bilheterias das estações Central e Galeria também será reforçado.

No total, 23 trens vão rodar até as 20h30. Se não houver mais necessidade de reforço no transporte, após esse horário, voltam a circular oito composições.

A medida tem o objetivo de facilitar a volta para casa em função das alterações no fluxo do trânsito no Eixão devido ao desabamento de um viaduto nas proximidades da Galeria dos Estados.

Mais cedo, o subsecretário de Defesa Civil, Sérgio Bezerra, pediu aos órgãos públicos da área central de Brasília para liberarem os funcionários mais cedo e aliviar o trânsito na região. Segundo ele, a medida deve ser tomada principalmente no Setor Bancário Sul, que fica próximo do local do acidente.

O desabamento, ocorrido pouco antes do meio-dia, fez com que dezenas de carros tivessem de retornar no meio da via, que acabou interditada após duas faixas do asfalto cederem.

A estrutura caiu sobre quatro carros e um restaurante desativado. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há feridos. Cães farejadores percorreram a região em busca de vítimas. Há o risco de uma outra laje cair e, por isso, toda a área está isolada.

 

 

COMENTE

metrôdesabamento eixão sul
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito