Posto em Águas Claras espera fazer 750 testes nesta quarta (22/04)

Covid-19: teste itinerante e drive-thru descobrem 84% de novos casos no DF

Nos três dias em que as duas modalidades foram realizadas, os exames diagnosticaram 826 infectados na capital

atualizado 28/05/2020 9:02

Posto em Águas Claras espera fazer 750 testes nesta quarta (22/04)Hugo Barreto/Metrópoles

O programa de ampliação de exames feitos no Distrito Federal é responsável por descobrir 84,2% dos novos casos de coronavírus na cidade. O cálculo leva em conta apenas os dias em que houve tanto a testagem itinerante quanto a realizada em postos de drive-thru por todo o DF.

Há dados disponíveis para as duas modalidades em três dias: 20, 21 e 25 de maio. Nesse período, o sistema itinerante identificou 235 casos enquanto os pontos fixos de drive-thru foram responsáveis por detectar 591 infectados. Juntos, eles somam 826 confirmações do total de 981 reportados nos três dias.

As informações são da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF). Elas foram compiladas e analisadas pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

Os testes no drive-thru começaram em 22 de abril. Desde então, 1.585 exames coletados nesses locais deram positivo. No mesmo período, em todo o DF, foram registradas 3.762 novas notificações. Assim, esses programas foram responsáveis por 42,1% dos resultados positivos. Ao todo, ambas as modalidades de testagem em massa analisaram 2.125 pessoas. O DF tinha 7.210 contaminações confirmadas no dia 26 de maio.

O gráfico a seguir mostra como tem sido a evolução dos diagnósticos no Distrito Federal. Uma linha representa os casos por dia enquanto a outra indica a média de novos infectados nos últimos sete dias terminados naquela ocasião. Conhecida como média móvel, ela tenta diminuir o efeito que o fim de semana tem na testagem, entre outros problemas.

Os dados demonstram a importância da testagem em massa da população. Nos dois tipos de postos, já foram realizados 114,8 mil exames. Sem eles, o DF teria, pelo menos, 2,1 mil pessoas com coronavírus espalhando a doença. A partir do diagnóstico, é possível confinar a pessoa e, assim, conter o avanço da Covid-19.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil realizou 871,8 mil exames por PCR. As análises realizadas no DF não estão nesse número porque os laboratórios da região não repassam seus dados para o sistema de gerenciamento do governo federal. Esse total também não inclui os testes rápidos.

De qualquer maneira, os 114,8 mil exames realizados desde 22 de abril no DF representam 13,2% do total feito no país. A capital federal tem 1,4% da população brasileira.

0

Mais lidas
Últimas notícias