Coronavírus: mulher internada no Hran piora e estado é gravíssimo

A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde neste sábado (21/03). Ela foi a primeira paciente com Covid-19 diagnosticado no DF

atualizado 21/03/2020 18:24

A primeira mulher a ter o coronavírus diagnosticado no Distrito Federal teve piora em seu quadro de saúde neste sábado (21/03), segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde. A paciente internada em isolamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), está em estado gravíssimo, em coma induzido e respira por aparelhos.

A advogada de 52 anos, moradora do Lago Sul, apresenta síndrome respiratória aguda severa, além de comorbidades que agravam seu quadro clínico.

A mulher está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar com todo o suporte técnico-científico.​ De acordo com os últimos dados da pasta, 108 pessoas no DF tem a Covid-19 confirmada. Além disso, 2.717 casos são suspeitos. Em, todo o país, até agora há 18 pessoas mortas e 1.128 casos confirmados em virtude do coronavírus, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Últimas notícias