Churrasco de tambaqui movimenta Esplanada dos Ministérios

Brasilienses enfrentaram filas grandes para participar do evento. Houve princípio de confusão, mas rapidamente controlada

André Borges/Especial para o MetrópolesAndré Borges/Especial para o Metrópoles

atualizado 07/08/2019 15:55

Brasilienses lotaram a Esplanada dos Ministérios nesta quarta-feira (07/08/2019) para participar do primeiro Festival de Tambaqui da Amazônia, em frente ao Ministério da Agricultura. Durante o evento, sete toneladas de peixe assado na brasa serão distribuídos para a população.

Houve um princípio de confusão, quando pessoas tentaram pegar os pescados dentro de um tanque, mas rapidamente controlada pela Polícia Militar e pelos seguranças no local. O grupo se queixou de que o peixe assado teria acabado.

“Esse evento chama a atenção do brasileiro para a produção desse peixe amazônico, que pode ser produzido em todas as regiões. Temos um potencial muito grande nas áreas rurais do DF e vamos elaborar um projeto para trazer aos nossos produtores rurais e para que, daqui, a gente tenha mais uma oportunidade de renda e trabalho em Brasília. Agradecemos a população que correspondeu forte. Ao ponto de reclamar que faltou peixe”, disse o governador Ibaneis Rocha (MDB). O chefe do Executivo local marcou presença no evento, que aconteceu na Esplanada dos Ministérios.

Por volta das 11h40, o secretário da Pesca, Jorge Seif Júnior, disse que já tinham sido doados mais de 3,5 mil quilos de peixe. “O tambaqui é um patrimônio brasileiro, 100% sustentável. Nós comemos peixes de outros países e não conhecemos os peixes brasileiros. O objetivo do evento é incentivar, além do consumo do pescado, os produtores brasileiros”, ressaltou.

 

A servidora pública Marisa Antunes, 37 anos, trabalha na área central e foi prestigiar o evento nesta manhã. “Vou garantir o almoço. A cara está ótima, e o cheiro, melhor ainda. Esperamos que ocorra outras vezes”, destacou. Senhas foram distribuídas para atender as pessoas que estavam no local.

A copeira Maria José Lourdes Coutinho, 56, ficou cerca de 30 minutos na fila para garantir o seu tambaqui assado. “Está delicioso. Vou levar para dividir o almoço com outros colegas. Queríamos churrasco de peixe assado na Esplanada pelo menos uma vez por semana”, disse a mulher.

O evento é uma parceria entre o governo de Rondônia (RO), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Secretaria Nacional da Pesca e o Governo do Distrito Federal (GDF). O objetivo é promover o consumo do tambaqui junto à população do Distrito Federal.

O peixe veio de Rondônia em um caminhão frigorífico. Serão servidas quatro mil bandas do pescado amazônico – trata-se de doação por parte da Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar, Zaltana Pescados e Agrofish). Para participar, é preciso doar um quilo de alimento não perecível.

De acordo com o Ministério da Agricultura, a ideia surgiu do “Churrasco de Tambaqui”, evento realizado há três anos em Ariquemes (RO). Ainda segundo o Ministério, a cadeia produtiva do pescado é um dos pilares de sustentabilidade do agronegócio no estado.

“O DF é o terceiro maior consumidor de pescado do Brasil. Isso é importante para a nossa cadeia produtiva. E não produzimos nem 14% do nosso consumo. Temos um grande mercado para a nossa região e precisamos valorizar o nosso produto da terra em vez de comprar do exterior como estamos fazendo”, destacou o secretário de Agricultura do DF, Dilson Resende de Almeida.

Últimas notícias