Dicas de exercícios e alimentação para viver uma vida saudável e sem neura

Hipertensos podem fazer musculação? Tire a dúvida!

A pressão alta pode ser prevenida e controlada com a prática frequente de exercícios

atualizado 08/07/2022 19:58

Pessoas fazendo exercícios físicos. Todas usam roupa de ginástica - MetrópolesHinterhaus Productions/ Getty Images

É comum ouvirmos pessoas dizendo que não podem fazer exercícios resistidos com peso, ou musculação, por serem hipertensas. Mas será essa uma verdade absoluta?

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a hipertensão atinge mais de 30% dos brasileiros. Médicos são unânimes em afirmar que a prática regular de atividade física é uma das melhores formas de combater a pressão alta.

A doença, que provoca o aumento da pressão sanguínea nas paredes das artérias do corpo humano, alterando as funções de órgãos como coração e cérebro, pode ser prevenida e controlada com a prática frequente de exercícios.

Praticar exercícios físicos ao menos duas vezes por semana é essencial para melhorar a expectativa de vida

A Organização Mundial da Saúde recomenda que as pessoas malhem ao menos 150 minutos por semana. Os resultados sempre são melhores quando a frequência da prática da atividade é maior. Isso também vale quando estamos falando de controle de pressão arterial.

Um estudo realizado com idosos hipertensos comparou os efeitos de treinos de musculação com cargas de 40% ou 80% de 1RM em fatores hemodinâmicos (PAS, PAD, FC e DP).

Os resultados mostraram que, independentemente da carga, o treinamento foi seguro e eficiente, e não mostrou nenhum risco para a saúde — pelo contrário, melhorou os parâmetros hemodinâmicos.

Treinos com cargas maiores sabidamente são indicados para ganhos de força, fundamental para a qualidade de vida em idosos, podem e devem ser aplicados nessa população mesmo que os mesmo sejam hipertensos.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, gastronomia, comportamento e bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoleshttps://t.me/metropolesastrologia

Mais lidas
Últimas notícias