Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Segurança de Carlinhos Maia viu Henri Castelli agredido: “Boca sangrando”

"Umas quatro ou cinco pessoas bateram nele ao mesmo tempo", afirmou o guarda-costas

atualizado 12/01/2021 18:22

reprodução

Um dos seguranças de Carlinhos Maia estava no local onde aconteceram as agressões sofridas pelo ator Henri Castelli e conversou com a coluna. Segundo o profissional, que prefere não se identificar, nem ele nem Carlinhos viram o início da confusão, ocorrida no Fellini Beach Club, em Barra de São Miguel, Alagoas.

Eu só vi quando as pessoas começaram a cair no chão e se afastarem. O Carlinhos estava próximo ao Henri, que conversava com outras pessoas”, disse ele. O guarda-costas contou que, em um primeiro momento, só se preocupou em tirar o humorista do local.

0

Na verdade, a gente nem viu que era o Henri brigando. Depois que consegui tirar o Carlinhos é que percebemos que ele estava envolvido”, afirmou. Ainda de acordo com o relato, os seguranças do estabelecimento conseguiram separar a briga. Após isso, afastaram o ator dos agressores e subiram com ele até o restaurante em que Carlinhos estava.

“Esperamos meia hora para o pessoal sair e demos suporte a ele. Depois desse tempo, fomos à casa de Carlinhos, que é perto, para ele se sentir seguro. Só após algum tempo que Henri foi para Maceió”, disse.

O guardião ainda contou que Carlinhos indagou Henri sobre a razão da desavença, ao que ele respondeu ter sido atacado sem motivos. “Foi o que ele falou no Instagram: Henri foi o alvo. Umas quatro ou cinco pessoas bateram nele ao mesmo tempo. A boca dele sangrava muito”, finalizou.

Últimas notícias