Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Rezende quer ver YouTubers ganharem mais dinheiro

Criador de conteúdo fala à coluna sobre a decisão de abrir agência para ajudar a monetizar trabalho de outros creators

atualizado 06/09/2021 15:06

Reprodução/ Instagram

Rezende ainda tem muito para contar! Em entrevista para a coluna, o criador do canal Rezendevil falou sobre as famosas collabs. Ele diz ter gravado com muitos youtubers que, depois das parcerias, simplesmente desapareciam.

Segundo o empresário, os seus números na plataforma sempre foram grandes e isso ajudava a projetar colegas que faziam vídeos com ele a crescerem.

0

“Desde o Minecraft, tive a oportunidade de crescer muitos youtubers. Então, vários desses creators que hoje possuem números grandes, começaram gravando comigo, do zero. Eles se destacaram, cresceram e cada um foi para o seu canto. E isso era uma coisa que me incomodava um pouco porque as pessoas gravavam comigo e daqui a pouco sumiam. Elas cresciam e vazavam”, desabafa Pedro Rezende.

Após esses acontecimentos recorrentes, Rezende analisou o mercado, consolidou uma estrutura e passou a agir com estratégia para lucrar em cima disso. “Eu falava: ‘não, tá errado. Eu vou pegar e fazer o processo todo, então’. Porque muitas vezes a pessoa sumia por não saber como transformar aquilo em dinheiro. Então, para ela não fazia sentido ficar fazendo as coisas e tudo mais”, disse o influenciador de 25 anos.

A ADR nasceu em 2018 e já contou com nomes conhecidos, como a ex de Rezende, Virgínia Fonseca. Hoje, tem no casting creators como Ana Mosconi, Carol Garcia, Catherine Bascoy, os YouTubers do Vosso Canal e o próprio Pedro Rezende, claro.

“Decidi criar um mecanismo que dê influencia, dê engajamento para essas pessoas e que transformasse tudo isso em dinheiro. Quando eu vi que eu conseguiria, não pensei duas vezes e criei a agência ADR. E ela deu muito certo. Os influenciadores são muito sérios, muito comprometidos. Seriedade com o trabalho e ter muito comprometimento com o que deve ser feito é o mínimo para trabalhar com a gente”, finaliza.

Mais lidas
Últimas notícias