metropoles.com

Nego do Borel diz à polícia que queria ficar sozinho e tomou remédio para dormir

Cantor concedeu breve entrevista aos jornalistas que estavam na porta de delegacia, no Rio de Janeiro

atualizado

Compartilhar notícia

Bruno Menezes/Metrópoles
Nego do Borel esclarece o seu desaparecimento na delegacia do Rio de Janeiro
1 de 1 Nego do Borel esclarece o seu desaparecimento na delegacia do Rio de Janeiro - Foto: Bruno Menezes/Metrópoles

Nego do Borel se apresentou à Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na Cidade da Polícia, no Jacarezinho, Rio de Janeiro, no início da tarde desta terça-feira (5/10), para prestar depoimento sobre o seu desaparecimento de quase 24h. O cantor foi localizado pela manhã, em um motel, em Vila Isabel. Concluído o depoimento, o artista deu entrevista à imprensa que estava no local e negou que duas mulheres o acompanhavam no quarto, conforme tinha sido informado pela polícia.

“Saí ontem e não avisei a minha mãe. Por coisas que estão acontecendo na minha vida, quis ficar sozinho. Não sabia que minha mãe iria à delegacia, não avaliei sobre ela ir à delegacia, peço até desculpas a ela. Estava sozinho, não estava com nenhuma mulher, com ninguém. Tomei muito remédio, aí dormi. E acordei com toda essa repercussão”, disse.

0

Para a polícia, Nego do Borel informou que saiu de casa por volta das 11h dessa segunda-feira (4/10), no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio, com o objetivo de pegar a estrada em seu carro, uma Mercedes-Benz, com destino a São Paulo, para encontrar alguns amigos. Por não estar bem emocionalmente, ele decidiu ir para o Motel Corinto, pois, ainda de acordo com ele, o estabelecimento fica próximo do Morro do Borel, comunidade onde foi criado.

O funkeiro disse ter tomado quatro comprimidos de um remédio e acabou dormindo. Com isso não ligou mais o telefone. Ainda na segunda-feira (04/10), por volta das 21h do mesmo dia, o cantor acordou e se dirigiu ao Posto 2 da Barra da Tijuca, onde permaneceu até às 23h. Borel ressaltou que voltou para o motel e decidiu dormir até o meio-dia, quando foi acordado pela gerência do local dizendo que policiais o aguardavam. 

Desabafo após expulsão de A Fazenda

No final da tarde de domingo do dia 26 de setembro, Nego do Borel se pronunciou sobre sua expulsão de A Fazenda 13, da Record. Em vídeo publicado no Instagram, o cantor apareceu em sua casa no Rio de Janeiro e, chorando, disse que não sabe mais o que fazer da vida: “Mais uma vez eu perdi”, falou. 

“Estou tentando assimilar o que aconteceu, o que houve. E as coisas aqui de fora pesaram, me atrapalharam dentro da casa. Estou fora, estou com a minha família, mas estou triste pra caralho, não sei mais o que faço, falo, minha palavra não tem importância, as pessoas não escutam… Não estou entendendo. Vou acabar tirando a minha vida, não estou blefando. Estou falando isso de coração”, desabafou em um trecho do vídeo.

Nego do Borel continuou: “Estou sendo taxado como bandido. Quero saber o que fiz para merecer para receber tanto ódio. Amigos que me abandonaram, mulheres que não chegam mais perto de mim. Sou ser humano. Não estou aqui me vitimizando. Não sou santo. Sou explosivo, impaciente, às vezes, estou cuidando disso. Estou tentando provar a minha inocência. A polícia está investigando tudo. Vamos acreditar na polícia. Não sei mais o que fazer”. 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações