Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Equipe de Dayane leva policiais para a sede de A Fazenda por suposto estupro

Advogados da modelo informaram que a direção da Record tem dificultado a investigação

atualizado 25/09/2021 13:39

Reprodução/Instagram

A equipe jurídica de Dayane Mello já está na entrada da sede de A Fazenda 13, em Itapecerica da Serra (SP), acompanhada de policiais para abordar a direção do reality show e pedir esclarecimentos sobre a suposta tentativa de estupro praticada por Nego do Borel contra a modelo na madrugada deste sábado (25).

De acordo com os porta-vozes da modelo, revelada no Gran Fratello, o Big Brother da Itália, a direção e a produção da Record estariam dificultando a entrada e até mesmo as conversas sobre o caso, que escandalizou os fãs do reality show.

0

“A polícia e a equipe jurídica estão na porta da sede de A Fazenda neste exato momento, tentando contato imediato para que o jurídico e as autoridades possam a dar andamento nos trâmites legais do caso. Infelizmente a produção está dificultando o contato e averiguação dos fatos”, disse o perfil de Dayane Mello no Twitter.

Diante dos inúmeros pedidos de expulsão e acusações de estupro, a equipe do funkeiro se manifestou nas redes sociais e pediu para as pessoas pararem de atacá-lo até que a investigação dos fatos seja concluída.

“A equipe Nego do Borel está acompanhando as graves acusações feitas contra o participante. Somos totalmente favoráveis à apuração de todos e quaisquer fatos que ocorram dentro do reality, bem como a oitiva de todos os envolvidos. Não se deve tomar nenhuma conclusão com base em vídeos cortados e áudios embaralhados. Um tema grave como esse não pode ser arma de torcida de reality show, bem como não pode ser objeto de julgamento na internet”, escreveu sua assessoria.

Conforme publicado com exclusividade pela coluna LeoDias, a expulsão de Nego do Borel está em discussão entre a equipe de Rodrigo Carelli. As advogados da Record já foi acionado para averiguar as implicações de tirá-lo do programa sem que a emissora sofra qualquer represália jurídica.

Últimas notícias