Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Caso Luva: entenda a troca de acusações entre Allan Jesus e Falcão

Ex e atual empresários de Luva de Pedreiro travam uma batalha jurídica acerca da administração da carreira do influenciador

atualizado 13/07/2022 11:02

Reprodução/Montagem Record TV

Muito já foi dito sobre o Caso Luva de Pedreiro desde o jovem se revoltar em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais. A coluna LeoDias acompanha o caso de perto desde o princípio, tendo noticiado, com exclusividade, a quebra de contrato e detalhes sobre o contrato de Iran Alves com o ex-empresário. Após um longo período em silêncio, Allan Jesus, ex-empresário acusado de se aproveitar do jovem influenciador, começou a rebater as acusações das quais tem sofrido. Por outro lado, Falcão, ex-jogador de futsal e novo gestor da carreira de Luva, também se mostra disposto a defender com unhas e dentes seu novo agenciado. Esta coluna reuniu um resumo de tudo o que foi noticiado e dito nas últimas semanas a fim de facilitar aos leitores a compreensão do caso. 

Quebra de contrato, pouco dinheiro na conta e acusações contra ex-empresário 

Há menos de um mês, a coluna LeoDias revelou que Iran Santana Alves havia acenado a Allan Jesus a intenção de rescindir seu contrato de agenciamento. Além disso, esta coluna também descobriu que o jovem só havia tido acesso a um giro de R$ 7,5 mil em duas contas bancárias, mesmo tendo faturado um total de R$ 1,3 milhão em apenas duas campanhas publicitárias que havia feito. Em comunicado à imprensa, Allan Jesus informou que os contratos firmados ainda não haviam sido pagos por conta de trâmites burocráticos. 

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
Publicidade do parceiro Metrópoles 7
Publicidade do parceiro Metrópoles 8
0

Ao passar dos dias, a coluna LeoDias foi descobrindo mais detalhes sobre a relação existente entre o influenciador e o ex-empresário, como o fato de Allan Jesus ter vetado campanhas publicitárias com grandes marcas como a Nike, Centauro e a Unilever sem o conhecimento do influenciador. Com esta última, o influenciador contracenaria com o craque português Cristiano Ronaldo, ídolo de Iran. Um dos casos que mais causou perplexidade entre os fãs do influenciador, foi o fato da multa rescisória para o influenciador deixar de ser agenciado por Allan Jesus ter um valor de R$ 5,2 milhões e ser unilateral, ou seja, apenas Luva de Pedreiro seria obrigado a pagar a multa em caso de rescisão. 

Após as reportagens, Falcão, enfim, veio a público anunciar que iria assumir a gestão de carreira de Luva de Pedreiro ao lado de seu sócio Marcelo “Batata” Seiroz por meio de sua empresa, a F12. A rescisão contratual entre o influenciador e o ex-empresário ainda corre na Justiça. Os novos gestores de Iran ainda lutam para que o influenciador não seja obrigado a pagar a multa, uma vez que o jovem e sua família seriam analfabetos funcionais. 

Entrevistas de Luva de Pedreiro censuradas pela Justiça 

Calado até então, Luva de Pedreiro resolveu se manifestar publicamente através de entrevistas concedidas ao Fantástico, da TV Globo, e aos programas da Record TV, Domingo Espetacular e Câmera Record. No entanto, poucas horas antes das entrevistas irem ao ar, Falcão revelou que os trechos em que o jovem influenciador falava sobre o ex-empresário haviam sido cortados por conta de uma liminar da Justiça. 

A coluna LeoDias teve acesso ao documento na oportunidade e descobriu que a decisão não se tratava apenas de censura aos canais de TV. A autora do documento, a juíza Maria Cristina de Brito Lima da 2ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro concedeu o pedido liminar alegando que o contrato firmado entre Allan Jesus e Iran Santana Alves possui cláusulas de confidencialidade. A liminar também determina que caso a decisão não seja respeitada, Luva de Pedreiro deverá pagar R$ 200 mil reais por ato de descumprimento sem ultrapassar o montante de R$ 2 milhões.

A liminar também obriga Iran Santana Alves a cumprir todos os contratos publicitários firmados com a ASJ Consultoria até o dia 24/6 sob pena de pagamento de multa de R$ 10 mil, não podendo ultrapassar o montante total que Allan Jesus receberia por contrato descumprido. O documento também estabeleceu que o influenciador deveria pagar 30% de novos contratos publicitários firmados até que a multa de rescisão de R$ 5,2 milhões seja paga na integralidade. 

Ex-empresário se defende e troca de áudios vazados 

Após o turbilhão de acusações, Allan Jesus, enfim, resolveu se manifestar publicamente sobre o assunto. Em entrevistas concedidas ao Câmera Record e ao programa Cara a Tapa, do jornalista Rica Perrone, o empresário rebateu todas as acusações feitas por Iran e seus novos empresários, além de mostrar áudios de familiares de Iran. 

Allan Jesus admite a multa de R$ 5,2 milhões para rescisão de contrato, mas afirma que não era unilateral. Além disso, o empresário afirma que Luva de Pedreiro sabia ler e que, inclusive, o influenciador teria instituído uma advogada para a leitura do documento e havia proposto mudanças em algumas cláusulas do documento. O empresário também afirmou que o influenciador não morava mais em uma casa humilde no interior da Bahia e que o local funcionava apenas com um espaço para gravação de conteúdos. 

O influenciador e sua família, segundo o ex-empresário, estariam hospedados na casa do influenciador Victor Melo, também agenciado por Allan Jesus, no Rio de Janeiro e, antes da quebra de contrato, já havia a previsão para que se mudassem para um apartamento na cidade. 

Allan Jesus também acusou Falcão de aliciar Luva de Pedreiro e afirmou que o jovem está sendo manipulado. O empresário também revelou que no início do ano a empresa do ex-jogador de futsal teria tentado contratar Iran para campanhas publicitárias de uma casa de apostas, sem sucesso. No entanto, sem o conhecimento do ex-empresário, uma funcionária da empresa entrou em contato com o pai do influenciador para enviar uma camisa autografada pelo ex-atleta e se ofereceu para pagar o envio do material. 

O ex-empresário também utilizou áudios para comprovar seu lado. Além de mostrar áudios em que Iran, supostamente, mostrou tranquilidade e naturalidade frente a tudo que era feito em sua carreira, também mostrou uma sonora em que o pai do influenciador dizia que o amava. O áudio, no entanto, era direcionado ao irmão de Allan Jesus, Carlos Jesus. 

Por outro lado, Falcão rebateu os áudios do ex-empresário com mais áudios do pai do influenciador. É possível ouvir o pai do influenciador revoltado com o fato de 10% da empresa do influenciador ter ficado com o também influenciador agenciado por Allan, Victor Melo. 

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Mais lidas
Últimas notícias