Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis inclui 25 categorias na próxima fase da vacinação. Veja quais

Secretaria de Saúde finaliza a lista com o número de profissionais de cada área para apresentar ao governador do DF

atualizado 24/03/2021 13:33

Ibaneis RochaGustavo Moreno/Especial para o Metrópoles

Após determinação do governador Ibaneis Rocha (MDB), ao menos 25 categorias profissionais foram incluídas na lista de prioridades de vacinação da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. A decisão do chefe do Executivo local beneficia diretamente as pessoas que, por força da atividade, ficam expostas diariamente à infecção pela Covid-19.

Logo após ter anunciado a imunização de todos que trabalham na área de saúde – incluindo aqueles que não estão na linha de frente –, o titular do Palácio do Buriti decidiu convocar integrantes das forças de segurança, rodoviários (cobradores e motoristas, por exemplo), além de fiscais do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) e auditores da Secretaria DF Legal, esses últimos responsáveis pelo controle das medidas restritivas adotadas pelo GDF.

A decisão do emedebista foi comunicada durante coletiva de imprensa realizada na tarde de terça-feira (23/3), no Palácio do Buriti, pelo secretário chefe da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha. O titular da pasta frisou que a inclusão foi possível após pequeno percentual das remessas de doses dos imunizantes pelo Ministério da Saúde ser destinado para essas novas categorias, desde que a data fosse previamente agendada pelo site da Secretaria de Saúde.

“Friso a questão do agendamento, porque é importante destacar para que esses profissionais não busquem diretamente a vacina nas unidades de saúde”, reforçou Rocha.

Agendamento

Para atender os novos beneficiados, o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto (também presente na conversa com jornalistas), adiantou que o sistema de agendamento estará liberado a partir de quinta-feira (25/3), a princípio para os profissionais de saúde. Ele explicou que deve receber uma listagem completa das entidades representativas desses grupos para auxiliar a pasta no cadastro dos trabalhadores autorizados.

“Quando a pessoa fornecer o CPF, se ele já tiver tomado a vacina, será detectado, e ele não poderá realizar o agendamento”, explicou. Segundo Okumoto, a medida foi possível após a sinalização da esfera federal de encaminhar remessas da Oxford-AstaZeneca e também da Coronavac.

“O Ministério da Saúde garantiu vacinas da Oxford e Coronavac para amanhã [quarta-feira]. Pelo que a gente tem de conhecimento, devem chegar de manhã ou no período da noite, que são os horários que estamos recebendo cargas de vacina no DF”, salientou Okumoto.

O Metrópoles listou o cronograma das categorias já anunciadas pelo governo local para receber a vacina nos próximos dias. O primeiro calendário será exclusivo para profissionais que não atuam na linha de frente da Covid e, a partir da próxima semana, outras categorias que estão nos serviços essenciais. Vale frisar que, a depender da Secretaria de Saúde, outros segmentos podem ser incluídos. Confira:

A partir de sexta-feira (26/3), mediante agendamento:

  • Médicos;
  • Enfermeiros;
  • Nutricionistas
  • Fisioterapeutas;
  • Terapeutas ocupacionais;
  • Biomédicos;
  • Farmacêuticos;
  • Odontólogos;
  • Fonoaudiólogos;
  • Psicólogos;
  • Assistentes sociais;
  • Médicos veterinários
  • Técnicos veterinários;
  • Técnicos e auxiliares de consultórios
  • Técnicos e auxiliares de clínicas
  • Técnicos e auxiliares de laboratórios;
  • Profissionais de farmácias;
  • Agentes funerários;
  • Servidores do Instituto Médico Legal (IML).

*Trabalhadores administrativos e de manutenção não entram nessa fase dos profissionais de saúde.

A partir da próxima semana, a depender das remessas da União:

  • PCDF;
  • PMDF;
  • Corpo de Bombeiros (CBMDF);
  • Detran;
  • Procon-DF;
  • DF Legal.

Últimas notícias