Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

São Paulo Fashion Week N51: confira as marcas que vão participar

O evento, a ser realizado no período de 23 a 27 de junho, protagonizará sete estreias e o retorno de duas veteranas ao line-up

atualizado 15/06/2021 15:13

Look by Rocio CanvasAnthenor Neto/Rocio Canvas/Divulgação

Com formato digital, a 51ª edição do São Paulo Fashion Week acontecerá de 23 a 27 de junho. Assim como no último evento, que comemorou 25 anos de história da semana de moda, devido à pandemia de Covid-19, o SPFW terá intervenções interativas e transmissões ao vivo das apresentações de coleções. No total, serão 41 marcas participantes, com direito a sete estreantes na programação.

Vem saber mais detalhes!

Giphy/Divulgação das marcas

No line-up, estão grifes que já são veteranas no São Paulo Fashion Week, como Aluf, Another Placer, Apartamento 03, Flavia Aranha, Gloria Coelho, Lilly Sarti, Modem, Neriage e Ronaldo Fraga. O Ponto Firme, projeto idealizado pelo estilista Gustavo Silvestre, que ensina crochê para detentos em São Paulo, também marcará presença.

Constam na lista outros nomes conhecidos no cenário nacional, como Isabela Capeto, João Pimenta e Walerio Araújo. Também merecem atenção as labels A.Niemeyer, ÁLG, Freiheit, Igor Dadona, Isaac Silva, Juliana Jabour, LED, Martins, Misci, Renata Buzzo, Triya e Victor da Justa.

SPFW 25 Anos - Handred
A última edição comemorou 25 anos do SPFW. Devido à pandemia, as apresentações, como esta da Handred, foram transmitidas on-line

 

Look by Ronaldo Fraga
Na 51ª edição, Ronaldo Fraga e outras marcas veteranas estarão presentes

 

Look da Neriage
A Neriage também está na lista, que inclui 41 grifes ao todo

 

SPFW 25 Anos - Renata Buzzo
Renata Buzzo, que estreou no último SPFW, está na programação novamente

 

Retorno

A programação também será formada por duas marcas que estavam afastadas da fashion week há algumas edições. Uma delas é a etiqueta homônima de Samuel Cirnansck. A marca começou no São Paulo Fashion Week em 2006. O último desfile no evento foi há três anos. Focada em looks para noivas e festas, a marca paulista promete visuais com muito brilho, aplicações e texturas variadas.

Outra volta bastante aguardada será a de Wilson Ranieri, que estreou no SPFW em 2007, mas, desde 2010, não participava da programação. O designer é especialista em moulage, técnica de modelagem tridimensional.

Looks by Samuel Cirnansck
Samuel Cirnansck voltará ao SPFW

 

Looks by Samuel Cirnansck
Moda festa é a especialidade da marca

 

Desfile de Wilson Ranieri
Outro retorno será o do estilista Wilson Ranieri. Na foto, moulage em pérola e flores

 

Estreias

Uma das novas marcas do São Paulo Fashion Week é uma joalheria de peças sem distinção de gênero. A Esfér desenvolve brincos, colares, ear cuffs, pulseiras, tornozeleiras e anéis, confeccionados em ouro e prata. Com shapes lúdicos, a proposta da label já conquistou celebridades como Bruna Marquezine e Camila Coelho.

A etiqueta curitibana Rocio Canvas também está entre as novidades. “Sob a direção criativa do designer Diego Malicheski, o nome da marca deriva da inspiração por sua mãe, Rocio, juntamente da palavra ‘canvas’, do inglês, ‘tela'”, descreve a grife. O DNA inclui minimalismo.

Pela primeira vez no SPFW, Ronaldo Silvestre carrega a sustentabilidade como um pilar. No trabalho autoral, o designer tem a preocupação de envolver questões atuais relevantes, como o ecodesign, a economia criativa e a pegada ambiental. “No seu processo de criação, busca aprimorar os estudos e padrões de modelagem e alfaiataria, trabalhando o redesign na desconstrução de tecidos e formas”, explica o site da marca.

O estilista mineiro também é presidente do Instituto Tecendo Itabira (ITI). O projeto social atua na melhoria da qualidade de vida de mulheres em situação de vulnerabilidade, e também incentiva a qualificação de mão de obra local com o artesanato.

Joias da marca Esfér
A Esfér vai estrear no São Paulo Fashion nesta edição

 

Joias da marca Esfér
A joalheria investe em peças agênero

 

Look by Rocio Canvas
A label Rocio Canvas é de Curitiba

 

Look by Rocio Canvas
O minimalismo está presente nas criações

 

Look by Ronaldo Silvestre
Ronaldo Silvestre também se apresentará pela primeira vez no SPFW

 

Look by Ronaldo Silvestre
A sustentabilidade permeia o trabalho do estilista mineiro

 

No rol de estreantes, também aparece a Soul Básico, destinada à moda masculina. A grife paulista utiliza tecidos eco-friendly e preza pela transparência. O upcycling, técnica a partir do reaproveitamento de materiais, está entre os destaques. O conceito mistura modernidade com um toque fresh.

Outro nome para ficar de olho no SPFW N51 é Victor da Justa. Natural do Rio de Janeiro, o designer aposta em visuais definidos como andróginos. “Brinca com metáforas políticas-filosóficas em suas roupas, em que adereços do streetwear se misturam com peças desconstruídas da alfaiataria”, descreve a etiqueta.

Campanha da Soul Básico
A Soul Básico é de moda masculina

 

Campanha da Soul Básico
A marca se apresenta como eco-friendly

 

Look da marca Victor da Justa
O trabalho de Victor da Justa estará no SPFW N51

 

Look da marca Victor da Justa
A estreia promete!

 

Com quase 20 anos de história, a marca homônima do estilista Weider Silveiro tem base no design contemporâneo, com matéria-prima experimental. O artesanato é uma constante nos visuais. Ao longo dos anos, consagrou-se principalmente na Casa de Criadores. O fundador também integra coletivo Célula Preta.

Como a coluna destacou anteriormente, a Anacê também é uma das estreantes do SPFW N51. A marca das designers paulistas Ana Clara Watanabe e Cecília Gromann lançou a primeira coleção em abril de 2019. Ficou conhecida pelo trabalho com alfaiataria, genderless e atemporal.

Look by Weider Silveiro
Os outfits criados por Weider Silveiro são impactantes

 

Look by Weider Silveiro
Vale acompanhar no São Paulo Fashion Week!

 

Peças da grife brasileira Anacê
A Anacê aposta em alfaiataria sem gênero

 

Sankofa

Em outubro de 2020, a organização implementou cota racial obrigatória. Desde a última semana de moda, pelo menos 50% dos modelos dos desfiles devem incluir negros, afrodescendentes e indígenas.

Em parceria com o Instituto Nacional de Moda e Design (Inmod), o SPFW incluiu, a partir desta edição, o projeto Sankofa. O coletivo de estilistas negros é formado por oito marcas: Ateliê Mão de Mãe, Az Marias, Meninos Rei, Mile Lab, Naya Violeta, Santa Resistência, Silvério e Ta Estudios. A iniciativa foi pensada em conjunto com plataforma Pretos na Moda e a start-up de inovação social Vetor Afro-Indígena na Moda (Vamo).

 

*Matéria editada em 15/6/2021

Após a publicação desta matéria, a organização do SPFW divulgou a programação completa, com a estreia de mais duas marcas: Carol Bassi e Neith Neyr. Confira o lineup:

SPFWN51

DIA 23 (quarta-feira)
18h30 RONALDO FRAGA
19h30 ALUF
19h45 SANKOFA: Ateliê Mão de Mãe
19h50 SANKOFA: Meninos Rei
20h15 ANACÊ
20h40 SAMUEL CIRNANSK
21h10 ÀLG
21h40 LILLY SARTI

DIA 24 (quinta-feira)
19h IGOR DADONA
19h30 RONALDO SILVESTRE
19H45 SANKOFA: Az Marias
19h50 SANKOFA: Naya Violeta
20h15 ISABELA CAPETO
20h40 MARTINS
21h10 MODEM
21h40 TRIYA
21h55 ANOTHER PLACE

DIA 25 (sexta-feira)
19h GLORIA COELHO
19h30 ESFÉR
19h45 SANKOFA: Santa Resistência
19h50 SANKOFA: Mile Lab
20h15 JULIANA JABOUR
20h40 A.NIEMEYER
21h10 APARTAMENTO 03
21h40 JOÃO PIMENTA
21h55 NEITH NYER

DIA 26 (sábado)
19h ROCIO CANVAS
19h30 LED
19h45 SANKOFA: TA Studios
19h50 SANKOFA: Silvério
20h15 FREIHEIT
20h40 NERIAGE
21h10 MISCI
21h40 CAROL BASSI
21h55 ISAAC SILVA

DIA 27 (domingo)
19h WILSON RANIERI
19h30 SOUL BASICO
19h45 VICTOR DA JUSTA
20h15 PONTO FIRME
20h40 RENATA BUZZO
21h10 WEIDER SILVEIRO
21h40 WALÉRIO ARAUJO
21h55 FLAVIA ARANHA

 

Colaborou Rebeca Ligabue

Últimas notícias