Senadores pedirão a Pacheco que leve sabatina de Mendonça direto ao plenário

Um dos argumentos é de que a Constituição Federal não exige sabatina de indicados ao STF em comissões do Senado

atualizado 13/10/2021 14:22

André MendonçaRafael Carvalho/Governo de transição

Com a demora de Davi Alcolumbre (DEM-AP) em marcar a sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senadores pedirão ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que realize a sabatina do indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) diretamente no plenário da Casa.

O pedido será feito por meio de uma questão de ordem a ser apresentada pelos senadores Esperidião Amin (PP-SC) e Álvaro Dias (Podemos-PR) durante a sessão plenária marcada para a tarde desta quarta-feira (13/10). Os dois parlamentares apoiam a indicação de Mendonça à Corte.

Um dos argumentos dos senadores é de que a Constituição não exige sabatina de indicados ao STF em comissão do Senado e, por isso, ela poderia ser realizada direto no plenário. Eles também argumentam que o regimento interno da Casa estipula que proposições sejam votadas na CCJ em 20 dias; prazo já superado, no caso de Mendonça.

Últimas notícias