Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

O pedido de Ciro Nogueira ao “gabinete do ódio” do Planalto

O novo ministro da Casa Civil fez a solicitação nos dias que antecederam a votação da PEC do Voto Impresso na Câmara

atualizado 12/08/2021 21:30

Igo Estrela/Metrópoles

Novo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira fez um pedido a integrantes do chamado “gabinete do ódio” do Palácio do Planalto, nos dias que antecederam a votação da PEC do Voto Impresso na Câmara.

Ele solicitou que os assessores do presidente Jair Bolsonaro não atacassem nem estimulassem ataques, nas redes sociais, a parlamentares que se posicionavam contra a aprovação da proposta.

O ministro teria argumentando que qualquer ação do tipo não iria ajudar a angariar mais votos para a PEC, e poderia atrapalhar a busca por apoio à matéria.

Foi em razão do pedido de Ciro que o gabinete do ódio não explorou muito o almoço que o ministro Alexandre de Moraes, do STF, teve com o deputado federal Rodrigo Maia (sem partido-RJ), na segunda-feira (9/8).

O encontro, revelado pelo Metrópoles, gerou polêmica, porque Moraes e Maia foram os principais articuladores, nos bastidores, para a derrubada da PEC do Voto Impresso no Congresso.

Mais lidas
Últimas notícias