Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Deputado procura Ciro Nogueira para cobrar fatura da reforma da Previdência

Dois anos depois de a reforma ser aprovada, parlamentares cobram do Planalto liberação de emendas prometidas em troca de apoio à proposta

atualizado 12/08/2021 16:10

Ciro Nogueira andandoRafaela Felicciano/Metrópoles

A Câmara dos Deputados concluiu a votação da reforma da Previdência em agosto de 2019, mas a proposta ainda provoca cobrança de parlamentares ao Palácio do Planalto.

Mais de dois anos depois, o deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO) procurou o novo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, nessa semana, para cobrar a fatura de seu empenho para aprovar a proposta.

Em encontro na Casa Civil nessa quarta-feira (11/8), Waldir reivindicou de Ciro a liberação de emendas parlamentares prometidas pelo governo à época aos líderes partidários que trabalharam pela aprovação da PEC.

“Fui o único líder que não recebeu as emendas especiais da reforma da Previdência. Todos os líderes receberam na época”, explicou à coluna Waldir, que era o líder do PSL durante a votação.

Na época, o deputado ainda era aliado do presidente Jair Bolsonaro. O rompimento veio no final de 2019, quando o chefe do Planalto deixou o PSL, sigla pela qual se elegeu nas eleições de 2018.

Waldir diz que procurou Ciro porque não conseguia agenda com outros ministros do Planalto há meses. O deputado rasgou elogios ao novo ministro da Casa Civil.

“Assim que soube que ele assumiria, pedi uma agenda. Ele me atendeu na semana seguinte à posse. Ele é muito diplomático, carismático. Fui tratado de forma VIP”, afirmou Waldir.

Mais lidas
Últimas notícias