Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Governo quer que Guedes explique offshore na Câmara logo após o feriado

Em sessões pós-feriado, quórum no plenário da Casa costuma ser mais baixo, o que diminuiria a pressão sobre o ministro da Economia

atualizado 06/10/2021 21:22

Paulo guedes de olhos fechadosHugo Barreto/Metrópoles

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), disse à coluna que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve prestar esclarecimentos no plenário da Casa sobre a empresa offshore que possui em um paraíso fiscal na próxima quarta-feira (13/10).

“Tende a ser na quarta”, afirmou Barros. Ele ressaltou que já havia oferecido a data ainda durante a votação do requerimento, quando o líder tentou negociar, sem sucesso, a troca da convocação para convite, com o compromisso de Guedes de comparecer.

O líder do governo ressaltou que o martelo da data ainda precisa ser batido pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que está em viagem oficial à Itália desde esta quarta-feira (6/10). O deputado alagoano só deve chegar ao Brasil na próxima terça-feira (12).

A preferência do governo pela quarta-feira (13/10) não é à toa. Em dias logo após um feriado, o quórum de deputados nas sessões plenárias da Câmara costuma ser menor, o que pode ajudar a diminuir a pressão sobre o chefe da equipe econômica.

A convocação para Guedes dar explicações no plenário da Casa foi aprovada nesta quarta-feira (6) por 310 votos a 142. O placar teve amplo apoio até de deputados de partidos do Centrão que possuem cargos no governo federal, entre eles, PP, PL e Republicanos.

Últimas notícias