Exclusivo: PF envia à CPI da Covid dados de viagens do dono da Precisa

Segundo o documento sigiloso, ao qual a coluna teve acesso, o empresário fez ao menos duas viagens à Índia neste ano, ambas via Guarulhos

atualizado 27/07/2021 16:03

Senadores na CPI da CovidRafaela Felicciano/Metrópoles

Responsável pelo controle de fronteiras no Brasil, a Polícia Federal enviou à CPI da Covid-19 do Senado dados sobre as viagens à Índia realizadas, neste ano, por Francisco Maximiano, um dos donos da Precisa Medicamentos.

Conforme o documento sigiloso enviado pela corporação, ao qual a coluna teve acesso, foram pelo menos duas viagens ao país asiático, ambas por meio do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

A primeira viagem ocorreu no início de 2021. De acordo com os registros da PF, Maximiano deixou o Brasil em 3 de janeiro de 2021 e deu entrada novamente no país no dia 10 do mesmo mês.

A segunda ida à Índia aconteceu em março deste ano. O sócio da Precisa Medicamentos saiu do Brasil por Guarulhos em 3 de março e retornou ao país, pelo mesmo aeroporto, em 10 de março.

Jatinho?
Integrantes da CPI dizem ter indícios de que, em janeiro, Maximiano viajou para a Índia em um jato particular. Para isso, a comissão tenta obter a confirmação junto a órgãos como a Anac e a Infraero.

Vice-presidente da comissão, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) enviou ofícios aos dois órgãos questionando o modelo da aeronave, o proprietário, a relação completa de passageiros e tripulantes, e o trajeto feito.

O parlamentar, porém, pediu dados de possíveis viagens feitas por Maximiano nos dias 5 e 6 de janeiro, o que levou a Infraero e a Anac a responderem não ter registros nessas datas – como a PF informou, a viagem ocorreu em outro dia.

Os dados enviados pela Polícia Federal devem embasar as perguntas dos senadores ao sócio da Precisa durante seu depoimento à CPI na próxima semana. A oitiva foi agendada para 4 de agosto.

Telegramas do Itamaraty enviados à comissão indicam que Maximiano teria ido à Índia para negociar a compra da vacina Covaxin, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech.

Veja as íntegras das respostas da Infraero e da Anac à CPI:

Respostas da Infraero e da Anac à CPI da Covid sobre voos do sócio da Precisa Medicamentos by Metropoles on Scribd

Últimas notícias