CPI da Covid dá 10 dias para PF fazer perícia no TrateCov

Comissão quer saber se houve, de fato, o hackeamento ou extração de dados do aplicativo que recomendava ouso de cloroquina contra a Covid-19

atualizado 11/06/2021 17:51

Senador Omar Aziz, presidente da CPIRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), enviou ofício à direção-geral da Polícia Federal pedindo a realização de uma perícia sobre o aplicativo TrateCov, que recomendava o uso de cloroquina para o tratamento contra o novo coronavírus.

O objetivo é investigar se houve de fato o hackeamento ou extração de dados do aplicativo, como informaram em depoimento à comissão o ex-ministro Eduardo Pazuello e a secretária de Gestão do Trabalho e Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

O ofício foi enviado por Aziz na quarta-feira (9/6), mesmo dia em que um requerimento nesse sentido foi aprovado pela CPI. No documento, o presidente da comissão “solicita” que o resultado da perícia seja encaminhado pela PF “no prazo de 10 dias”.

Últimas notícias