Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Como foram as últimas horas de Olavo de Carvalho

Morto na noite dessa segunda-feira (24/1), Olavo de Carvalho recebeu a visita de um padre e foi intubado horas antes de falecer

atualizado 25/01/2022 18:47

Na imagem colorida, um homem está posicionado no centro. Ele tem cabelos brancos, usa roupa de frio e olha seriamente para frenteInstagram/ Reprodução

Considerado o guru do bolsonarismo, o escritor Olavo de Carvalho morreu na noite dessa segunda-feira (24/1), nos Estados Unidos, cerca de quatro horas após ser intubado pelos médicos do Hospital John Randolph Medical Center, no estado da Virgínia, onde morava.

Segundo familiares, antes de ser intubado, Olavo de Carvalho recebeu a visita de um padre no hospital, nessa segunda. Católico, o guru bolsonarista chegou a se confessar e a receber o “último sacramento”, rito também conhecido como “unção dos enfermos”.

0

O escritor estava hospitalizado há alguns dias, após ser diagnosticado com Covid-19. Médico particular e amigo pessoal de Olavo de Carvalho há décadas, Ahmed Youssif El Tassa negou, contudo, que a morte tenha sido causada pela infecção do novo coronavírus.

Em nota oficial, o médico, que mora em Brasília, afirmou que a morte foi “deflagrada por insuficiência respiratória aguda por DPOC, insuficiência cardíaca congestiva, pneumonia bacteriana, e infecção generalizada”. Segundo ele, esse quadro levou Olavo de Carvalho a ter trombose generalizada em múltiplos órgãos.

 

Mais lidas
Últimas notícias