Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Após prisão de Ribeiro, Bolsonaro faz reunião para debater comunicação

Reunião conta com presenças de ministros do governo, de Braga Netto e dos filhos do presidente Flávio e Eduardo Bolsonaro

atualizado 22/06/2022 17:46

Milton Ribeiro, ministro da Educação, em foto com o presidente Jair Bolsonaro. Ele está de costas para o presidente, que olha para o lado, em cerimônia com no Palácio do Planalto sob fundo azul - MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Horas após a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu na tarde desta quarta-feira (22/6), no Palácio do Planalto, com integrantes do governo e do comando de sua campanha à reeleição. Na pauta, um debate sobre estratégias de comunicação.

O encontro reuniu ministros do governo como Ciro Nogueira (Casa Civil); os filhos do presidente Flávio e Eduardo Bolsonaro; e assessores, como o general  Walter Braga Netto, assessor especial do presidente e nome mais cotado para ser candidato a vice de Bolsonaro este ano.

O diagnóstico no Planalto é de que a prisão de um ex-integrante do primeiro escalão do governo pode enfraquecer o que eles consideram o “principal trunfo” de Bolsonaro no embate eleitoral com o ex-presidente Lula: a tese de que não havia escândalo real de corrupção na atual gestão.

Até agora, o discurso de Bolsonaro e de seus ministros tem sido o de que a prisão de Milton Ribeiro pela Polícia Federal demonstra que o atual presidente da República não interfere na corporação e de que o governo não tolera corrupção, o que seria diferente de governos anteriores.

Mais lidas
Últimas notícias