Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

PT espera que Rock in Rio e shows virem comícios informais de Lula

Comunicação do PT tem a expectativa de que artistas usarão shows e festivais para impulsionar a candidatura de Lula contra Bolsonaro

atualizado 15/05/2022 10:48

Rock in Rio/Divulgação

O novo núcleo de comunicação do PT acredita que os próximos shows e festivais servirão como comícios informais para impulsionar a candidatura de Lula contra Bolsonaro.

A coordenação da campanha entende que o PT dependerá muito do engajamento de artistas e de influenciadores digitais para contra-atacar o aparato digital montado pelo bolsonarismo.

Em conversas informais, petistas dizem que as apresentações marcadas para o Rock in Rio, em setembro, repetirão o que foi visto na última edição do Lollapalooza, em São Paulo.

Na ocasião, o ministro do TSE Raul Araújo censurou manifestações políticas no festival, o que serviu de incentivo para músicos incluírem protestos contra Bolsonaro durante os shows.

A expectativa é que apresentações solo de artistas populares também sejam marcadas por declarações favoráveis a Lula. Como exemplo, um petista da alta cúpula diz ter a expectativa de que Zeca Pagodinho repita o gesto feito por Caetano Veloso no último dia 7. Identificado com Ciro Gomes, Caetano levantou uma bandeira com o rosto de Lula durante show em São Paulo.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna