Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto e Eduardo Barretto

PSDB contratou primos de Geraldo Alckmin como advogados na eleição

Apesar do rompimento de Alckmin com o PSDB, escritório dos primos do candidato a vice de Lula prestou serviços advocatícios ao partido

atualizado 30/09/2022 18:17

Geraldo Alckmin (PSB) participa de evento em Goiânia (GO) Vinícius Schmidt/Metrópoles

O escritório dos advogados José Eduardo Rangel de Alckmin e José Augusto Rangel de Alckmin, primos de Geraldo Alckmin, foi contratado pelo PSDB para prestar serviços advocatícios nesta eleição.

Alckmin rompeu com os tucanos e se desfiliou do PSDB no ano passado, após ter a legenda negada para concorrer ao governo de São Paulo. Posteriormente, ele acertou o convite para ser vice de Lula e ingressou no PSB.

Hoje, Alckmin exerce papel importante na campanha para aproximar Lula de nomes não alinhados ao petismo. Ele ajudou a organizar nesta semana um evento com políticos ligados ao PSDB que votarão em Lula no primeiro turno.

O escritório dos primos do ex-governador recebeu R$ 320 mil para prestar serviços ao PSDB. Já o PSB pagou R$ 150 mil pelo trabalho dos advogados.

O advogado José Augusto foi sócio de Fernando Costa Gontijo, o empresário que comprou o tríplex atribuído a Lula durante o curso da Operação Lava Jato. A empresa imobiliária que eles mantinham foi extinta.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna