Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Partido ligado à Universal mantém apoio a André Mendonça

Republicanos não aceita cogitar outro nome "terrivelmente evangélico" para a vaga no Supremo

atualizado 28/10/2021 20:37

André Mendonça_AGUIgo Estrela/Metrópoles

O Republicanos, partido ligado à Igreja Universal, tem insistido na aprovação de André Mendonça para o STF. Mendonça foi indicado ao tribunal por Jair Bolsonaro em julho e enfrenta um tempo de espera recorde para ser sabatinado pelos senadores.

A despeito da demora para a sabatina, a legenda bolsonarista tem adotado um discurso único: está com Mendonça até o fim e não aceita cogitar outro nome “terrivelmente evangélico” para a vaga.

O próprio Bolsonaro já liberou o voto contra Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça e admitiu publicamente a dificuldade de que seu indicado passe pelo crivo da votação secreta. Para o presidente, o mais importante é que a sabatina ocorra, mesmo que Mendonça seja derrotado.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna